Quatro anos após a sua saída do elenco de Grey's Anatomy [VIDEO], Sandra Oh, a eterna Cristina Yang, regressa à televisão como protagonista do seriado Killing Eve. É, sem dúvida, uma mudança de cenário e de registo para Sandra Oh.

A nova série Killing Eve estreia em breve e nada tem que ver com hospital e salas de bloco. Será um thriller de espionagem, onde, de acordo com as primeiras imagens que foram liberadas, ela dará vida a Eve.

Killing Eve conta a história do choque e obsessão de duas mulheres uma pela outra: Villanelle, uma assassina psicopata, e Eve, que trabalha num escritório no MI5 (serviço secreto britânico) e que sonha deixar o escritório e passar a operar em campo.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Famosos

Neste caso, a colega Sandra Oh será Jodie Comer, que interpreta Villanelle, um personagem carismático e inquietante capaz de dizer frases como esta: "Nunca se pode dizer a um psicopata que ele é um psicopata.

Isso os contraria."

O seriado tem data de estreia marcada nos Estados Unidos para 8 de abril e vai ser transmitido pela BBC America. Killing Eve é um seriado adaptado dos romances de Luke Jennings e escrito por Phoebe Waller-Bridge, conhecida pelo seu trabalho em Fleabag e Crashing. A primeira temporada terá oito episódios.

Regresso à Grey's Anatomy

Sandra Oh deixou o elenco de Grey's Anatomy faz quatro anos, mas o fãs não estão dispostos a esquecê-la. A verdade é que Cristina Yang tem muitos motivos para regressar a Seattle. Deixou Meredith sua melhor amiga e Owen, o homem por quem se apaixonou para trás e qualquer um dos dois seria o suficiente para o regresso.

Muito se falou sobre um possível regresso para o episódio 300 da série, o que acabou não acontecendo. Certo é que tanto a atriz como a criadora do seriado, Shonda Rimes, e a produtora Krista Vernoff são frequentemente perguntadas sobre o tema.

Exatamente com respeito ao tão falado episódio 300, quando questionada sobre uma aparição da atriz, Krista respondeu [VIDEO]: "Eu daria tudo por poder ter uma visita da Sandra Oh no nosso estúdio. É verdade que o episódio 300 seria a oportunidade perfeita, mas isso não está previsto. Se alguma vez a gente conseguir que a Sandra regresse ao seriado, será para o seu episódio final. Ninguém é mais fã dela do que eu própria e, acreditem, faremos todo o possível para que isso aconteça."

Estas declarações podem deixar os fãs divididos, uma vez que, segundo a produtora, o regresso de Cristina Yang a Seattle significaria o fim da tão amada série.