Tarine Lopes, musa da #X-9, usou um tapa-sexo para desfilar no Anhembi e já estava chamando a atenção pela ousadia [VIDEO], mas ela ficou ainda mais em evidência depois de um imprevisto. É que o tapa-sexo caiu e ela precisou usar as mãos para esconder as partes íntimas, pois o público flagrou tudo. A X-9 foi a primeira escola a desfilar na segunda noite de #Carnaval em São Paulo e a expectativa era muito grande. Os integrantes estavam ansiosos, não viam a hora de entrar na avenida e mostrar o resultado dos últimos meses que foram de muito trabalho.

A musa da X-9 usava uma pintura corporal e saiu à frente do carro abre-alas, tendo apenas o tapa-sexo para esconder as partes íntimas, mas ficou em apuros quando a peça se soltou.

Ela ainda tentou encaixar o tapa-sexo de volta ao lugar, mas não conseguiu.

"Eu vim segurando, na medida do possível, vim com garra na frente do abre-alas, não deixei a peteca cair, porque a gente acredita na escola", disse Tarine, que deseja muito estar no #desfile das campeãs. Ela contou ainda que na frente dos jurados ela tentou ficar tranquila e passar a imagem que era só um 'charme', mas não sabia se o plano deu certo.

Escola pode perder pontos

Apesar do sucesso que ela fez perante o público [VIDEO] e os fotógrafos de plantão, é importante lembrar que para a X-9 isto não foi nada bom, pois o regulamento prevê duras punições para as escolas que deixarem seus integrantes passarem pela avenida exibindo suas partes íntimas. A musa garante que não deixou aparecer nada e que o tempo todo usou a mão para tampar e também ficou segurando a peça no local.

Mesmo assim, o problema pode resultar em perda de pontos, pois se um dos jurados percebeu que o tapa-sexo se soltou, poderá ser duro no julgamento e reduzir a pontuação.

A X-9 esperou muito por este momento, pois foi a campeã do Grupo de Acesso no ano passado e estavam todos felizes pelo retorno ao Grupo Especial. Durante meses, a escola trabalhou duro para nada dar errado, pois sabe que qualquer ponto perdido, por menor que seja, faz uma grande diferença no resultado final. O desfile trouxe conhecidos ditados populares para a avenida e o enredo fala muito desse momento que a X-9 atravessa: "A voz do samba é a voz de Deus. Depois da Tempestade vem a Bonança".

A escola respeitou o tempo limite de 65 minutos, mas alguns integrantes ficaram tensos, pois foi em cima do permitido e ficaram com medo de perder ponto. Tarine Lopes torce para que o tapa-sexo dela não prejudique a escola, pois reconhece que foi preciso muito trabalho para chegar onde está.