2

O 12° episódio da quinta temporada foi cheio de emoção e referências ao passado dos nossos agentes, um verdadeiro presente nessa marca histórica de 100 episódios, desta que foi considerada a melhor série de super heróis da TV por muitos anos. O episódio começa com a explosão dos monólitos que abriu uma fenda, que pode ser a causa da destruição da terra, criando uma espécie de síndrome do medo, onde os maiores medos dos agentes se materializam, o que nos trás de volta o Lash e o Hive por alguns segundos.

Fitz revela que pode, por hora, conter a fenda, porém alguém deve ser voluntário sob risco de não voltar. Aí começa o show de emoção, quando Coulson decide que é sua obrigação, enquanto a equipe discorda.

Dayse (Sky) é a mais inconformada, e, durante uma discussão, Coulson acaba desmaiando. Após exames, Simmons descobre que o diretor está morrendo e ele revela que foi, na verdade, o acordo feito com o espírito da vingança ao final da quarta temporada.

Agora que todos sabem que ele está morrendo, Coulson está mais decidido a se sacrificar e tem ótimos diálogos com May e principalmente com Sky numa das cenas mais emocionantes da série. Em meio a isso, Coulson deu uma pequena missão ao divertido Dele. Coulson vai até o local da explosão e encontra Mike Peterson em forma humana tentando lhe convencer que nada do que viveu era real, que tudo era um sonho, e, quando parece perdido, chega Dele, DeathLok e outros agentes.

DeathLok vai até Coulson e ajuda conter a fenda. Fitz deixa claro que aquilo não é a solução e sim apenas um "Band Aid".

Os agentes ainda não sabem como quebrar o loop temporal em que estão presos, e os diretores não estão dando a menor pista.

O final do episódio 100 não poderia ser de outra forma, senão com mais emoção. O tão aguardado casamento entre Fitz e Simmons, o casal mais injustiçado de todas as séries", tem, enfim, seu voto matrimonial e estão definitivamente juntos, não sabemos ainda por quanto tempo.

A confirmação que Deke é neto do casal Fitz/Simmons deixou claro o que muitos especulavam e todos estão ansiosos para ver como tudo será encaixado. Afinal, o fato de Deke ter viajado para uma era que nem existia ainda pode comprometer sua existência, ou não? Ao menos é assim que pensa o professor Brown em "De volta para o futuro". A cada temporada os agentes evoluem em ação e emoção, sem apelar para os filmes a séries, seguindo seu ritmo com desfechos inteligentes, e o melhor, totalmente imprevisível.

Veja outras notícias do nosso portal

Palmeiras com o melhor elenco e fora da seleção; entenda [VIDEO]

Louro José humilha Patrícia ao vivo