Alguns crimes que acontecem no país chamam a atenção pela forma como repercutem [VIDEO]. Na década de 1990, por exemplo, um crime que aconteceu em nosso país teve repercussão nacional. O ator Gerson Brenner, então na Globo, foi alvo de um assalto e levou um tiro na cabeça. Apesar de não morrer, Gerson acabou ficando debilitado para toda a vida. A sua situação, constantemente, acabou virando notícia em todo o país. [VIDEO]

Nessa segunda-feira (19), por exemplo, o então atirador que feriu o ator na época, Luzimar Jesus dos Santos, acabou sendo preso no estado de São Paulo.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Famosos

Ele é acusado de outros crimes graves, como estupro e assassinato. A informação foi dada pelo portal de notícias UOL e teve grande repercussão em todo o país. Muitas pessoas pediram que a impunidade do caso acabasse.

Homem que tentou matar Gerson Brenner é acusado de outros crimes

Luzimar acabou se entregando às autoridades, pouco depois de confessar que teria matado um homem - também no estado de São Paulo - surpreendendo muitos pelo fato dele mesmo ir até à delegacia e se entregar. O homem morto seria inquilino de Luzimar. De acordo com o comunicado da polícia enviado à imprensa, ele teria cometido o assassinato por esganadura. A forma como o crime foi cometido mexeu com algumas pessoas, que disseram por meio das redes sociais que o criminoso continua frio em suas ações.

Homem que deu tiro em ator da Globo é preso novamente

Após matar o inquilino, o assassino teria obrigado a esposa dele a ter relações com ele. Luzimar teria levado os policiais até o local do crime e apontado onde estava o corpo do indivíduo.

No final da década de 1990, ele já havia sido preso pelo crime contra o ator Gerson Brenner. A situação mexeu com algumas pessoas que não acreditaram na maldade do ser humano. Na delegacia, o próprio preso teria lembrado às autoridades que foi ele quem atirou contra Gerson, que, na época, era um dos atores mais conhecidos do momento.

Exames do Instituto Médico Legal (IML) devem ser feitos para comprar o abuso sexual. No entanto, a mulher que era casada com o morto confessou que foi obrigado a fazer sexo com Luzimar. Na época em que atirou em Gerson, Luzimar trabalhava como um simples açougueiro. O novo crime espantou muitas pessoas. "Provavelmente sairá daqui uns anos através das benesses da lei e matará mais uma pessoa. Em um país de gente honesta não sairia nunca mais da cadeia", disse um dos internautas ao falar sobre o tema importante.