Algumas situações que acontecem em todo o país chamam a atenção pela maneira como acontecem. [VIDEO] Infelizmente, nos últimos tempos, o mundo tem perdido diversas estrelas da música. Essas perdas tem deixado os fã chocados. Nessa segunda-feira (26), por exemplo, uma morte muito estranha pegou o mundo inteiro de surpresa. [VIDEO]

Morreu o cantor Seo Min-Woo [VIDEO], considerado um astro do momento. Ele era vocalista da banda 'K-Pop 100%'. O nome dele, logo após o falecimento, tornou-se um dos mais falados das redes sociais. De acordo com informações da gravadora de Seo, ele teria falecido de ataque fulminante do coração.

Morre Seo Min-Woo, vocalista da banda 'K-Pop'

A gravadora do artista, a TOP Media, deu informações sobre a morte do querido cantor. Ele morava na Coreia do Sul e, após não responder a mensagens, amigos entraram em sua casa e já o encontraram sem vida. Seo Min-Woo já estava sem pulso, quando seu cadáver foi encontrado. O cantor era o ídolo mais velho da 'K-Pop', que contava ao todo com cinco integrantes. Vários discos foram lançados pelo grupo, assim como sucessos marcantes.

Mortes na música pop sul-coreana reabrem discussão sobre tristeza e suicídio

Nas redes sociais, sua morte foi bastante comentada. "Logo ele, um grande nome do pop sul-coreano. Infelizmente, isso tem se tornado comum. Será que não foi mais um suicídio?', questionou um fã, ao lembrar a rotina comum de astros orientais dos últimos tempos.

Muitos ídolos novos foram encontrados sem vida sob condições suspeitas. Não se sabe ainda se o cantor tinha algum problema de coração, ou se teria tomado algo que o fez passar mal e morrer.

Em dezembro do ano passado, por exemplo, Kim Jong-hyun, de outra banda local, morreu com a mesma idade de Seo. Nesse caso, amigos e autoridades confirmaram que ele teria cometido o suicídio. A idade de 27 anos é marcante para a música pop. Muitos nomes morreram nessa faixa. Amy Winehouse, por exemplo, havia completado 27 quando faleceu.

Previna-se contra o suicídio: conheça o trabalho do Centro de Valorização da Vida

No Brasil, muitos nomes importantes também já se mataram. Artistas como Leila Lopes, que tomou veneno de rato, despediram-se de forma trágica. Existe uma entidade que tenta frear os ataques suicidas. O Centro de Valorização da Vida (CVV) existe há vários anos e atende pessoas que sofrem de tristeza profunda. Para entrar em contato, basta ligar gratuitamente para o número 141.