Todo reality show tem os populares, os participantes neutros que logo são esquecidos e claro, os mais odiados. Seja A Fazenda, Big Brother Brasil, Power Couple, MasterChef, todos eles têm em comum o dom de apresentar para o país e até para o mundo, pessoas que se destacam pelo bom ou mal comportamento no programa.

Confira agora uma lista com os cinco ex-participantes do BBB que tiveram uma rejeição recorde, chegando a repercutir em outros países que exibem o reality. Será que eles insistiram na fama mesmo depois da experiência negativa no Big Brother? Descubra agora!

Aline Cristina

O nome é comum e com facilidade se mistura entre milhares de outras pessoas com o mesmo nome.

Mas esta Aline ganhou destaque na multidão e por um motivo não muito agradável: ganhou o rótulo de fofoqueira do BBB5 e quebrou um recorde mundial na sua eliminação. Aline foi para o paredão com Grazi Massafera e o resultado foi uma eliminação humilhante de 95% dos votos.

Como aquela edição do BBB foi uma das mais comentadas e de maior audiência, Aline não conseguiu passar despercebida nas ruas. Sua casa foi pichada e ela sofreu com a rejeição fora do reality. Pouco tempo depois saiu do Rio de Janeiro e passou a morar em São Paulo, com o objetivo de conseguir andar nas ruas sem ser reconhecida e recomeçar a vida de uma forma anônima.

Aline não mudou muito com o passar dos anos, mas se tornou mãe, trabalha como carteira nos Correios e ganhou R$20 mil no ano passado, ao vencer um processo contra a TV Globo, que havia divulgado fotos recentes da moça vestida de carteira no extinto site de celeridades Ego.

Embora a fisionomia seja a mesma de mais de dez anos atrás, a moça ficou brava, pois voltaram a reconhecê-la nas ruas. Hoje ela continua levando uma vida anônima e torcendo para que ninguém se lembre de seu passado como a ex-BBB [VIDEO] mais odiada da história do reality.

Felipe Cobra

O participante do BBB7 não tinha papas na língua e sempre fazia comentários preconceituosos e ameaçava os colegas. Felipe se tornou grande amigo de Alberto Cauboi e foi em um paredão com ele que Cobra foi eliminada com pouco mais de 93% dos votos do público. Ele disse que a votação estava errada, colocando em dúvida a credibilidade da votação do reality. Hoje não pertence ao mundo artístico e as poucas vezes em que apareceu entre as subcelebridades foi no extinto site de fofocas Ego, que a Globo descontinuou em 2017. Felipe é lutador de jiu-jitsu e caiu no anonimato, mas sempre que seu nome é lembrado, é por causa de sua má fama no BBB7.

Elenita Rodrigues

Elenita viveu seus altos e baixos no programa, mas seu destino foi muito mais cruel do que a rejeição no reality.

Logo que saiu do programa ela começou a perder oportunidades que afetaram a sua qualidade de vida. Segundo o UOL, a linguista declarou que logo que saiu do programa foi desligada de várias bancas que fazia parte, onde recebia de duas a três vezes mais do que recebe atualmente. Também disse que foi vetada de todos os círculos acadêmicos e linguísticos do qual participava antes do programa. Para ela, o BBB só a fez perder dinheiro.

Estela

Essa foi uma das participantes mais marcantes no sentido negativo do reality. Participou logo da primeira edição do Big Brother Brasil e além de ter um comportamento antipático na casa, passava grande parte do tempo introduzindo o dedo dentro do nariz, algo que irritou e enojou grande parte do público. Quando ela foi para o paredão, conquistou 85% de rejeição e acabou sumindo do mapa. Nunca mais conseguiu espaço na TV com o fim do reality, tão pouco teve os convites comuns oferecidos para subcelebridades participarem de eventos com famosos.

Alberto Cauboi

Conhecido como um dos vilões do BBB7, Alberto tentou amenizar a sua imagem de bad boy ao ficar com uma participante bem vista no reality. Fez um pacto de sangue com Cobra, gerando polêmica fora da casa e acabou arranjando muita confusão, principalmente com Diego Alemão. Quando saiu do BBB, tentou engatar sua carreira de cantor sertanejo, mas não deu certo. Não entrou em nenhum circuito do gênero, nem teve sua música tocada nas grandes rádios, tão pouco recebeu convites para se apresentar em programas de TV a nível nacional. A má fama [VIDEO] no BBB persegue Cauboi e vários outros ex-brothers e sisters de forma irreversível.