Na última segunda-feira (5), ocorreu a cerimônia de cremação da atriz veterana #Tônia Carrero e uma imagem triste acabou chamando a atenção das pessoas. Seu único filho, o ator Cecil Thiré, estava totalmente abatido e numa cadeira de rodas. Ele sofre de Mal de Parkinson e teria ficado em choque ao saber da morte da mãe. A sua saúde acabou piorando. O ator tem 74 anos e teve grande sucesso em várias novelas, como: "Roda de Fogo", "Top Model" e "A Próxima Vítima".

No velório, as pessoas puderam observar o quanto abalado estava Cecil. Ele perdeu a capacidade de andar e sua fala está prejudicada. A #Tristeza de ter que se despedir de sua mãe mexeu com toda a sua saúde e seu quadro teve um agravamento.

O sobrinho do ator e primo de Tônia, Leonardo Thierry, comentou que as pessoas que possuem o Mal de Parkinson reagem muito mal diante de uma situação difícil que envolva tragédia. O emocional deles fica totalmente descontrolado e há a necessidade de cuidados urgentes.

Cecil [VIDEO] se trata com o mesmo urologista que cuidou de Tônia, o médico José Maurício Godoy. Ele chegou a passar no neurologista na terça (6), um dia depois do velório de Tônia. Segundo as informações do médico, ele melhorou nos últimos dias, mesmo sofrendo esse forte abalo recente.

Doença

Conforme as informações do jornal "Extra", a doença do ator é diferente de Tônia, que foi embora aos 95 anos de idade. Leonardo explicou que a doença dela é de herança da mãe, Dona Zilda Portocarrero. A doença é chamada de hidrocefalia oculta.

Inclusive, Tônia seguiu os mesmos rumos da morte da mãe.

De acordo com Leonardo, muitas pessoas chegavam a dizer que Tônia tinha Alzheimer, mas a situação não é verídica. Mesmo sem poder andar e falar, ela tinha uma grande lucidez e sabia de tudo o que acontecia a sua volta.

Morte de Tônia

A atriz Tônia Carrero faleceu vítima de um ataque cardíaco [VIDEO] durante uma cirurgia em clínica na Gávea. O seu velório foi marcado por grande comoção e teve a presença de vários amigos de trabalho da atriz.

O ator Ney Latorraca estava muito emocionado. Ele afirmou que a atriz era bonita, talentosa e amada. Ela era uma verdadeira guerreira e sempre dava sua opinião sobre diversos assuntos políticos. De acordo com Ney, o Brasil não perde apenas uma atriz, mas sim um ser humano revolucionário e amado.

Estiverem presentes no velório da atriz também os atores: Edwin Luisi, Sandra Pera, Beth Goulart, Nicette Bruno e Marco Nanini. #Famosos