Os casos de abuso sexual ainda são muitos no Brasil. Somente no ano de 2015, o Brasil registrou mais de 5 estupros por hora. Além desses, ainda têm aqueles casos que não chegam ao conhecimento da polícia. Portanto, se tudo isso for levado em consideração, o número de pessoas vítimas de abuso sexual aumenta consideravelmente.

Boa parte das vítimas de estupros e Abusos sexuais são pessoas do sexo feminino, sejam elas mulheres, jovens ou crianças. No entanto, o inverso também acontece.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Famosos

Há casos em que homens ocupam lugar de vítimas, e mulheres de assediadoras. Um caso aconteceu em Santos (SP), no ano de 2012, e ganhou repercussão nesta terça-feira (20). Elaine Cristina dos Anjos foi condenada há alguns anos por violentar um jovem que na época tinha 14 anos.

No entanto, ela não cumpriu a pena [VIDEO]e estava foragida da polícia. Elaine foi localizada em sua antiga residência, no Morro do São Bento, e levada à delegacia. Em seguida, ela foi levada para a Cadeia Pública Feminina de São Vicente.

Crime

Segundo a polícia, na época em que ocorreu o crime, Elaine era vizinha da vítima. Em depoimento, a vítima alegou que foi duas vezes no intervalo de duas semanas à casa de Helena. Na primeira vez, ela levantou a blusa e pediu que o jovem tocasse nos seios dela [VIDEO]. Na segunda vez, ela manteve relação sexual com ele sem preservativo.

A mãe do jovem ficou sabendo que o filho havia sido abusado e procurou uma delegacia de polícia. Lá, ela deu queixa dizendo que Elaine havia abusado sexualmente do seu filho.

Elaine foi condenada pela Justiça a uma pena de 8 anos de prisão em regime semiaberto.

Os advogados dela entraram com recurso e conseguiram um segundo julgamento, que aconteceu no mês de novembro do ano passado. O Tribunal de Justiça confirmou a decisão já estabelecida pela 4ª Vara Civil de Santos, determinando a prisão de Elaine. Depois disso, ela ficou foragida durante 4 meses.

Outro crime

Neste ano, outro caso semelhante aconteceu no Espírito Santo. Uma bancária foi flagrada por um policial mantendo relação sexual com um jovem de 13 anos. Ela confessou o crime e foi encaminhada à delegacia de polícia. Em depoimento, ela contou que estava voltando da praia quando encontrou o jovem. Ele estava acompanhado por uma colega e ambos foram convidados pela bancária para “namorarem” na casa dela. A jovem se negou a entrar no carro e continuou a caminhar. O jovem foi levado a uma rua próximo a residência da mulher, onde foi flagrada pela polícia.