Desde a última sexta-feira (9), a #Blogueira e empresária Danila Guimarães [VIDEO] está nas colunas sociais mais que o normal, só que desta vez com a repercussão de uma notícia que não agradou nada seus seguidores e admiradores. A blogueira não teve como abafar e esconder a denúncia que está enfrentado do Ministério Público sobre o crime de estelionato.

De sacoleira a empresária famosa

A influenciadora digital começou seu investimento no mundo da moda assim que se formou na faculdade de administração, no ano de 2007, comprando roupas e acessórios na 25 de março e levando para sua cidade natal, Goiânia. Vendia para suas amigas no seu próprio apartamento, realizando pequenos coquetéis.

A rede social veio logo em seguida. Postando tudo o que vendia no antigo Orkut, ela ampliou sua clientela e também seu lucro. Assim foi o seu investimento por três anos, até se dar conta que precisava de mais espaço. Assim surgiu sua primeira loja.

Com o passar dos anos, veio o #Facebook e o Instagram para incrementar os negócios e a vida da blogueira, que postava agora também sobre sua influência em moda e vida pessoal. Ficou famosa. [VIDEO]

Documentos falsos e estelionato

A denúncia ressalta o fato de Danila ter apresentado ao órgão documentos falsificados para continuar recebendo uma pensão, pela morte de seu pai.

A influenciadora digital reside e tem união estável com o empresário Sérgio Seba Rassi, desde 2012. Omitiu essa informação ao MP, quando apresentou um documento que declarava não ter constituído família nem como união estável até aquela presente data.

Ainda apresentou outro documento falso, que representa sua declaração de ganhos mensais de apenas R$ 880,00, omitindo sua verdadeira renda, obtida através de sua empresa de venda direta de mercadorias, em que é sócia e administradora.

Não sabia que era ilegal? [VIDEO]

A empresária, que é muito #famosa no mundo das celebridades, vem tentando se explicar desde que anunciou tal fato sobre sua vida. Dentre suas muitas explicações, está o fato de usar o dinheiro da pensão da morte de seu pai para ajudar no sustento de sua mãe. Disse ainda que foi mal assessorada por seu advogado, que sempre cuidou do assunto da pensão e que tudo não passa de um equívoco por não entender do assunto na Justiça. Com novo advogado e uma nova instrução, Danila Guimarães declarou em suas redes sociais que não sabia que estava fazendo algo errado e ilegal. Declarou também que pretende devolver todo o dinheiro recebido desta forma irregular no passar destes anos, valor que foi calculado em pelo menos R$ 732.456,88.