Renato está começando sua nova fase de vilão em 'O Outro Lado do Paraíso' e você já viu que a união com Fabiana (Fernanda Rodrigues) tem o único objetivo de tomar dinheiro de Clara. No episódio de segunda-feira (26), por exemplo, Renato e Fabiana irão procurar Clara e tentar um acordo. Eles pedirão U$ 100 milhões, aproximadamente 75% do que Clara ganhou com a venda das obras de arte e, em troca, eles não entrariam com uma ação na Justiça que poderia Clara perder tudo. Patrick não deixará a mocinha fazer o acordo. O casal de malfeitores ficará muito 'mordido' e procurarão um advogado para tomar tudo que a filha de Beth tem.

Ao longo da trama, nesta reta final, eles ate conseguirão uma vitória na Justiça, quando os bens de Clara forem bloqueados, mas com o decorrer do tempo e sem dinheiro, eles vão começar a se enterrar.

O médico estará tão cego em sua vingança que sua única fonte de renda irá acabar.

É que o vilão vai perder o emprego depois que Renato tiver uma conduta antiética. Ele dará alta para Beth, mesmo sabendo que ela não teria condições de ir para casa. Quando confrontado por Samuel, seu chefe, ele dirá que não se importa nenhum pouco com Clara e muito menos com sua mãe. “Nem fui olhar. Eu quero que a Clara se dane. E a mãe dela também”, dirá o vilão.

Samuel demite Renato e é acusado de assédio

Samuel fica irritado com a postura de Renato e relembra que o vice-diretor tem estado ausente do trabalho e, no desempenho de suas funções, tem deixado muito a desejar. Por conta disso, ele será demitido.

Renato confronta Samuel e diz que não aceita a demissão e grita com o chefe, que grita mais alto e define sua situação.

Aí Renato tem uma postura no mínimo inusitada. Diz que sua demissão se deu por conta dele não ter cedido às cantadas do chefe, que ele sabe que é gay. “Tá demitindo porque é gay. Eu sei que sou gostoso. E não cedi às tuas cantadas”, dirá ele.

Samuel diz que nunca se interessaria por alguém sem caráter e verme como ele e que não se aproveitaria de sua condição sexual contra ou a favor de ninguém do local. Samuel ficará extremamente irritado.

Renato, com aquele sorriso irônico que virou marca de seu personagem, questiona que duvida que se ele tivesse dado 'mole' o chefe não o pegaria. Mas, Aguiar chega na sala e testemunha a discussão. Diante do cenário, Samuel diz que ele está demitido e que o outro médico é testemunha que não houve nenhum assédio e que a demissão é mesmo por mau desempenho das funções no hospital

Renato sai bufando e promete se vingar.

Mais notícias sobre O Outro Lado do Paraíso

O Outro Lado do Paraíso: final trágico com mortes deve abalar fãs da novela [VIDEO]

O Outro Lado: autor ‘ressuscita’ Beatriz na fase final para salvar Clara [VIDEO] #resumo de novelas #Novelas