A novela ''O Outro Lado do Paraíso'', exibida de segunda a sábado no horário nobre da Rede Globo e assinada pelo renomado autor Walcyr Carrasco, atingiu altos índices de audiência em diversas passagens que deixaram os telespectadores colados em frente à telinha. No entanto, assim como em outras obras de ficção, há histórias e fatos que não dá para aplaudir, pelo simples fatos de serem totalmente surreais e beiram ao absurdo. Confira alguns desses momentos:

1 - O fato de Adriana não reconhecer a própria mãe

Na trama, Beth, personagem interpretado por Glória Pires, foi obrigada a se fingir de morta e se afastar de sua família.

Adriana (Juliana Dalavia), sua filha, era criança quando a mãe "morreu" e, depois de adulta, o destino promoveu um reencontro entre as duas. Beth foi defendida pela própria filha durante o julgamento de um crime que ela assumiu para proteger a outra filha, Clara. O que não dá para engolir é o fato de Adriana não reconhecê-la, tampouco saber o nome completo da pessoa que ela estava representando judicialmente. Sera que Adriana e Beth não tiraram fotografia juntas enquanto conviveram? E será que ela não sabia o nome completo de quem estava defendendo? Difícil de aceitar...

2 - Prostituta Desireé cogitada para ser transexual

Desireé (Priscila Assun) trabalha no bordel da cidade, já prestou seus trabalhos a vários homens e até quis reconstruir o hímen para voltar a ser virgem. Mas, conforme boatos, a personagem seria revelada como uma transexual.

Como assim?

3 - Gael é violento porque apanhava de Sophia

O personagem interpretado por Sérgio Guizé na trama bateu não só em Clara, com quem se casou no início da trama, mas também em Aura (Tainá Müller), a nova namorada, e na própria mãe Sophia (Marieta Severo). Mas agora ele está virando o mocinho da trama, depois que ele descobriu que age dessa forma com as mulheres porque apanhava da mãe na infância.

4 - Mulheres que sofrem na trama vão trabalhar no bordel

As mocinhas que se desiludem na novela de Walcyr Carrasco acabam indo procurar emprego no bordel da cidade e viram prostitutas... Melissa (Gabriella Mustafá) é um exemplo. Depois de Diego (Arthur Aguiar) não conseguir se relacionar sexualmente com ela, depois de se casarem, a jovem resolve leiloar a virgindade no bordel e acaba virando mulher da vida, tendo como cliente o próprio ex-marido. Só em novela mesmo, não é?!

5 - Cura gay?

Samuel, interpretado por Eriberto Leão, era casado com Suzi (Ellen Roche), mas o casamento era só de aparências, uma vez que ele gosta (ou gostava) mesmo era de outra fruta.

O médico mantinha um relacionamento homoafetivo com Cido (Rafael Zulu), que também namorava uma mulher. Bom, uma das vinganças de Clara foi desmascarar e jogar no ventilador a vida dupla de Samuel, e ela conseguiu. Entretanto, depois de assumir o relacionamento com Cido, Samuel engravidou Suzy e os três passaram a viver debaixo do mesmo teto, tudo perfeitamente planejado para por Adineia (Ana Lúcia Torres), mãe de Samuel, com a esperança do filho reverter a homossexualidade. E parece que está funcionando, pois tanto Samuel quanto Cido, terão recaídas por suas ex-parceiras.

6 - Merchan com assunto sério

Uma das passagens que inclusive gerou problemas para a trama foi o fato de Adriana dar uma de coaching e tratar dos traumas de Laura (Bella Piero) que foi abusada pelo padrasto, o delegado Vinícius (Vinícius Tolezan). A advogada usou de hipnose para fazer uma regressão com Laura, com o objetivo dela se lembrar dos traumas de sua infância. No entanto, o Conselho Federal de Psicologia não gostou nem um pouco de estarem usando um tema sério e relativo à área da Psicologia para fazer merchandising na novela.

Veja também

Memorize o que 1º você notou nessa imagem e veja detalhes de sua personalidade [VIDEO]

Teste da Lua: escolha uma imagem e veja o que ela revela sobre sua personalidade [VIDEO]