É justo um estrangeiro participar e ganhar o “Big Brother Brasil”? #Paula respondeu a essa pergunta nesta segunda-feira (26) e tornou-se um dos assuntos mais comentados nas redes sociais.

Em conversa com Breno, a morena afirmou que não é legal o fato de #Kaysar não ser brasileiro e participar do "Big Brother Brasil". Ela afirmou que ele deveria participar do “BBB” lá da Síria [VIDEO].

Breno não concordou com a análise feita por Paula e fez uma comparação utilizando o “The Voice Brasil”. Em 2013, Sam Alves venceu o talent show musical. O cantor nasceu no Brasil, mas morou muitos anos nos Estados Unidos e tinha um estilo americanizado.

BBB da Síria

O termo “BBB da Síria” [VIDEO] virou um dos assuntos mais comentados no Twitter, na noite de segunda e madrugada de terça-feira. A maioria das postagens era de crítica a Paula pelo comentário.

Os internautas recordaram que a Síria é um país que atravessa por uma guerra civil gravíssima há quase uma década e que a população passa por situação difícil. Este é, aliás, o motivo de Kaysar ter deixado o País.

O jovem deixou a Síria, passou pela Europa até chegar ao Brasil. Hoje, ele mora com um tio-avô, em Curitiba, no Paraná, onde trabalha como garçom e ganha pouco mais de mil reais mensais.

Internautas postaram fotos da guerra na Síria, com pessoas chorando, desesperadas, crianças feridas e construções totalmente destruídas devido aos bombardeios que acontecem no local.

“’BBB’ da Síria, minha querida Paula, é o que estamos vendo nos últimos sete anos, com mais de 400 mil pessoas mortas, sendo 100 mil só crianças.

Triste por viver em um país aonde as pessoas são preconceituosas. Xenofobia tambem é crime”, comentou um internauta.

Não foi a primeira vez

O comentário de Paula não foi o primeiro de alguém descontente com a participação de um estrangeiro no “Big Brother Brasil”. Antes de Paula, Gleici e Ana Clara já haviam feito comentários nesse sentido.

Gleici comentou que deve ter muitos brasileiros nervosos por quererem participar do “Big Brother Brasil” e terem que acompanhar um gringo dentro da casa mais vigiada do País.

Estrangeiros no BBB

Kaysar não é o primeiro estrangeiro a participar do “BBB”. Na primeira edição do programa, em 2002, o franco angolano Serginho esteve entre os confinados do reality show e viveu um romance com Vanessa Pascale.

Depois dele, outros estrangeiros ficaram confinados no reality mais assistido da TV brasileira, como os argentinos Antonella, Pablo Espósito e Miguel Alvarez. Além da espanhola Noemí Merino e o angolano Ricco. #BBB Big Brother Brasil