Fabíola Reipert é conhecida em todo Brasil por trazer fofocas sempre quentinhas do mundo dos Famosos. Porém, desta vez, ela acabou se dando mal. Fabíola foi condenada em um processo movido por Larissa Manoela [VIDEO], em 2016. O motivo é que a jornalista teria insinuado que a jovem atriz do SBT estaria grávida.

A decisão da Justiça foi publicada nessa quinta-feira (1ª). A juíza Tonia Yuka Kôroki, da 13ª Vara Cível de São Paulo, decidiu que era procedente a ação contra Fabíola Reipert, que foi condenada a pagar R$ 30 mil a Larissa Manoela.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Famosos

A jovem atriz pediu o valor de R$ 200 mil na ação, mas a juíza considerou o valor alto demais.

Os pais da jovem atriz representaram a filha na ação judicial e alegaram que a atriz é uma pessoa pública e que as insinuações feitas pela jornalista chegaram a ofender a honra da jovem.

Eles ainda acusam Fabíola de divulgar ‘’notícias inverídicas’’ sobre a vida íntima de Lari.

A Justiça entendeu que a jornalista causou ‘’danos da esfera moral’’ a atriz por insinuar que ela, com 14 anos na época, estaria tendo uma vida sexual precoce e, com isso, teria engravidado do namorado.

A juíza ainda considerou que a funcionária da Record [VIDEO] difamou a garota, pois criticou ‘’aspectos de sua personalidade’’, ao dizer que ela é ‘’mimada’’ e também é motivo de chacota na emissora onde trabalha.

A Justiça chegou a outra conclusão, acusando Fabíola Reipert de não tratar do trabalho da autora da ação, mas de sua vida pessoal e que este tipo de notícia tem ‘’conteúdo de irrelevante interesse social’’, acusando a jornalista de ser especulativa e sensacionalista, devendo ter verificado os fatos.

Por isso, deverá responder pelos danos causados a atriz.

Ministério Público diz que Larissa Manoela foi humilhada

O Ministério Público também foi a favor da jovem atriz do SBT, alegando que ela foi humilhada e envergonhada, tendo sua imagem denegrida por causa de notícias inverídicas. Por causa disso, independente de ter ou não provas, o dano moral é presumido, uma vez que existe uma ‘’circunstância reveladora da existência da dor’’, de todo ser humano.

A Justiça informou que, como Fabíola Reipert tem condições financeiras, deverá pagar o valor de R$ 30 mil a Lari. Entretanto, a jornalista não foi proibida de continuar divulgando notícias sobre a atriz.

Larissa Manoela, assim como seus pais, preferiu não comentar nada sobre o caso. A atriz segue com seu trabalho, se preparando para a estreia em breve na nova novela do SBT.