O ator Thammy Miranda é um dos nomes mais conhecidos do país. Filho de Gretchen, ele é um dos transexuais mais famosos do cenário nacional [VIDEO]. Nessa quinta-feira (8), uma nova polêmica envolvendo a celebridade mexeu com o noticiário. Namorando a modelo Andressa Ferreira, Thammy contou nas redes sociais que será padrinho de um bebê. Ele não pretende batizar a criança como madrinha, mas sim padrinho, já que, perante a lei, é um homem agora [VIDEO]. O batismo deve ser realizado por ele e pela companheira, conhecida pelas fotos sensuais na internet.

Tudo ia bem até a estrela da mídia contar que o batismo seria na igreja.

O assunto então ganhou outras dimensões e algumas pessoas não concordaram com as coisas que aconteceram. Isso mexeu com a cabeça de muita gente.

Thammy Miranda revela vontade de batizar bebê e diz que a igreja católica terá que aceitar

Um dos seguidores questionou então como funcionaria esse batismo. #Thammy Miranda então revelou que, perante o estado, já tem todos os documentos necessários para provar que ela é ele, ou seja, do sexo masculino. A vitória foi conquistada por Miranda, após muitas batalhas na Justiça e hoje o transexual acaba servindo de inspiração para outras pessoas que querem mudar o seu nome social, mas também a documentação legal. Parece simples, mas por vezes, todo o trabalho e a forma como a sociedade encara a situação faz com que esse tipo de público LGBT se sinta mal acolhido e alvo de preconceito.

Thammy Miranda dá detalhes sobre aceitação da Igreja Católica em batismo por trans

Thammy explicou que o seu afilhado terá um batismo tradicional na Igreja Católica. Alguns fãs ficaram embasbacados, afinal, no geral, as igrejas costumam ter um posicionamento um pouco mais conservador em relação ao tema. Alguns fãs chegaram a achar que tudo era mentira, devido à informação ter sido vista como muito avançada e polêmica.

Igreja é acusada de falta de acolhimento a gays e mães solteiras

Alguns internautas fizeram acusações contra a Igreja católica e disseram conhecer casos de que padres não aceitaram nem mesmo fazer o batismo de bebês de mães separadas, ou que não tinham um pai para realizar o batismo da criança.

Thammy então informou que, no caso dele, o padre não teria o que fazer, a não ser dar o concordado na hora de realizar o batismo. "Sim. Hoje com a documentação que eu tenho, no caso, tudo no masculino, são obrigados a aceitar", respondeu Thammy. A afirmação dividiu opiniões e gerou críticas ao famoso trans. #Famosos