Neste sábado, 3 de março, uma das atrizes mais consagradas da televisão brasileira, faleceu aos 95 anos de idade. Tônia Carrero foi vítima de uma cirurgia que acabou sendo malsucedida. A morte ocorreu por volta das 22 horas e 15 minutos. A família da atriz confirmou a notícia.

Devido à idade avançada, Tônia, cujo nome verdadeiro é Maria Antonietta Portocarrero, não conseguiu resistir ao procedimento cirúrgico e foi vítima de uma parada cardíaca.

O velório da atriz [VIDEO] está marcado para este domingo, 4 de março, e a cremação ocorrerá na segunda-feira. Tônia estava passando pelo procedimento em uma clínica particular na região da Gávea, Zona Sul do Rio de Janeiro.

A neta da atriz, Luiza Thiré, foi a responsável por transmitir as informações para a mídia. O local onde o velório será realizado ainda não foi divulgado.

A Rede Globo de Televisão anunciou a morte da atriz em uma chamada extraordinária do jornalismo durante a sua programação.

Trajetória de sucesso

Tônia Carrero participou de inúmeras #Novelas e peças de teatro. No total foram 54 peças teatrais, 19 filmes e 15 novelas. Alguns de seus papéis mais marcantes foram nas novelas ''Água Viva'', de 1980, dando vida à personagem Stella Fraga Simpson, e também em ''Sassaricando'', como a personagem Rebeca.

A sua última aparição na televisão foi no folhetim ''Senhora do Destino'' ao lado de atrizes como Suzana Vieira e Carolina Dieckmann. No cinema, ela esteve em 2008 no filme ''Chega de Saudade''.

No mesmo ano foi homenageada pelo Prêmio Shell.

O início da trajetória da musa foi na década de 1960. A sua carreira [VIDEO] começou a decolar quando ela recebeu um convite do autor Vicente Sesso para realizar ''Sangue do Meu Sangue'', ao lado de nomes como Fernanda Montenegro e Francisco Cuoco.

Vida e beleza

Tônia Carrero nasceu no dia 23 de agosto de 1922, ela é fruto de uma família de militares. Em 1941, se formou em educação física, mas ela viajou para Paris ao lado do marido e teve a oportunidade de participar de diversos cursos artísticos.

Tônia teve aula com grandes atores, entre eles o francês Jean-Louis Barrault. Depois de tanto estudo, Tônia retornou ao Brasil com 25 anos de idade, sua estreia foi no filme ''Querida Suzana''.

Um fato que chamou atenção na televisão e cinema foi a grande beleza da atriz. Ela integrou a Cia. Cinematográfica Vera Cruz e seu rosto logo se tornou um dos mais conhecidos.

Como papel de protagonista, Tônia estrelou ''Apassionata'', em 1952, ''Tico-tico no Fubá'', em 1952, e ''É Proibido Beijar'', em 1954. Entre outros trabalhos estão ''A Navalha da Carne'', em 1967. #mortes #Atriz da Globo