Um dos maiores humoristas da história da TV, cinema e do teatro brasileiro deixou os palcos definitivamente. Na manhã deste sábado (28), morreu Agildo Ribeiro, aos 86 anos, e deixou de luto o Humor nas terras tupiniquins.

De acordo com informações do portal de notícias online 'G1', o humorista morreu em sua casa localizada no bairro Leblon que fica na Zona Sul da capital carioca. Agildo completou 86 anos na última quinta-feira (26). Dono de bordões inesquecíveis o humorista faleceu devido a problemas cardíacos que vinha enfrentando nos últimos anos.

Foram 60 anos dedicados a uma carreira brilhante. Agildo da Gama Barata Ribeiro Filho nasceu no dia 26 de abril de 1932, na cidade do Rio de Janeiro.

Desde muito jovem ele já apresentava fortes traços do grande humorista que se tornaria, mas o início da carreira não foi muito fácil para ele que era filho do o tenente comunista Agildo Barata, que se desesperou quando o filho foi convidado a deixar o Colégio Militar onde estudava; isso porque no pátio da instituição, Agildo reunia os amigos para ver suas imitações dos professores da escola e já demonstrava seu talento.

Ao sair do colégio Agildo foi parar no teatro para a tristeza de seu pai que participou das revoluções de 1930 e 1932 e da intentona comunista, desde cedo ficou claro que seu filho não seguiria seus passos.

Homenagem

Em março, Agildo Ribeiro foi homenageado por Fábio Porchat no Prêmio do Humor 2018, na ocasião foi destacado a grande importância do ator para o humor brasileiro.

O comediante recebeu um troféu das mãos de Lúcio Mauro Filho, filho de seu grande amigo Lúcio Mauro, e de Marcos Veras. Neste evento foram registradas as últimas fotos de Ribeiro em público, confira:

Carreira

A imagem [VIDEO]de Agildo Ribeiro representava a cara do humor brasileiro, entre muitas parcerias de sucesso podemos destacar seus trabalhos ao lado de Jô Soares e do também falecido Paulo Silvino.

O comediante ficou conhecido como 'Capitão do riso' por causa de seu trabalho no rádio e alcançou o sucesso quando partiu para sua carreira na Televisão, um dos seus personagens mais adorados foi o Doutor Babaluf que foi um papel de um político que fazia a alegria de seus fãs.

O comediante estava presente na inauguração da TV Globo, onde foi peça chave para a adaptação do programa humorístico 'Balança, mais não cai', para a TV e que foi um grande sucesso, o humorístico era dirigido por Mauro Lúcio.

Um dos seus personagens mais marcantes sem dúvida alguma foi quando ele deu vida ao professor de mitologia Aquiles Arquelau, no programa 'Planeta dos Homens' que estreou em 1976 na TV Globo [VIDEO].

O professor era apaixonado pela atriz Bruna Lombardi e tinha como seu fiel escudeiro um mordomo a quem ele chamava de "múmia paralítica".

Despedida

O corpo será velado neste domingo na capela 1 do Memorial do Carmo, no Caju, das 10h às 14h. A cremação está prevista para as 15h. Não há informações de o velório será aberto ao público.

Confira uma das cenas de Agildo Ribeiro como professor Aquiles Arquelau:

Citação de Agildo Ribeiro:

"Minha missão na Terra, vamos chamar assim, é divertir as pessoas, é alegrar, desde a hora que eu acordo até a hora que eu vou dormir".