O apresentador Fausto Silva é um dos poucos que fala tudo o que pensa e não se amedronta com nenhuma possível punição da emissora em que ele trabalha. A liberdade que ele tem é muito grande, em quase todos os seus programas de domingo, declarações polêmicas tomam conta da atração. Recentemente, ele criticou a corrupção, o governo, a intervenção federal no Rio e já cutucou vários artistas convidados tentando deixá-los até mesmo sem graça.

Neste domingo (22), não foi diferente. Ele envolveu um ex-apresentador da Rede Globo, que foi demitido por suposta atitude de racismo: o jornalista William Waack. O veterano teve um dos momentos mais difíceis de sua vida ao ser demitido, no ano passado, por um episódio em que teria brincado, mas ao mesmo tempo proferido declaração considerada por muitos como racista.

O jornalista acabou buscando outros meios para continuar na ativa após ser dispensado da Globo [VIDEO] e criou um novo projeto para a internet. Faustão mandou um grande "salve" para Waack, considerado um grande amigo dele. Foi uma menção honrosa a alguém que foi excluído da Rede Globo sem que ela aceitasse qualquer pedido de desculpas do jornalista, que, até hoje, afirma que não teve intenção racista em nenhum momento de sua declaração.

Momento conturbado

Muitos viram a citação ao jornalista proferida por Faustão como um pouco conturbada.e isso repercutiu bastante nas redes sociais. Alguns internautas estranharam o "salve' de Faustão, que pode ter sido visto como um afronta às decisões da Globo. Outros falaram em hipocrisia e teve aqueles que aplaudiram a atitude do apresentador.

Querido por muitos

O episódio envolvendo a declaração suposta racista de Waack [VIDEO] dividiu vários colegas de trabalho na emissora.

Teve aqueles que se revoltaram com ele, mas muitos artistas torceram para que ele continuasse no canal carioca.

Alguns amigos dele chegaram a falar com a alta cúpula da Globo para que não o mandasse embora, pois estaria perdendo uma pessoa de grande talento e que não tinha a intenção de ofender ninguém.

Conforme informações do jornalista Ricardo Feltrin, colegas de Waack escreveram à direção do jornalismo da Globo defendendo a sua permanência. Eles justificaram que, embora ele tivesse uma atitude condenável, em nenhum outro momento ele demonstrou qualquer forma de racismo na Globo.

Amigos de Waack lamentaram que o jornalista, com toda a sua experiência, tivesse feito comentários sem estar ao vivo sabendo que toda conversa é captada nos estúdios.