Já na reta final do game dentro da casa mais vigiada do Brasil enfim Kaysar resolveu falar sobre as mazelas sofridas por causa da guerra que se instaurou na Síria. O confronto sangrento já dura aproximadamente oito anos e já ceifou milhares de vidas, dizimou milhares de famílias e instaurou o medo e o caos à população daquele país.

Kaysar é um dos participantes da décima oitava edição do Big Brother Brasil e chegou para marcar a história do Reality show com a maior audiência da TV brasileira [VIDEO]. Sem falar de seu passado trágico e das desventuras vividas por ele enquanto refugiado, Kaysar conquistou a maioria do público pelo seu jeito espontâneo de ser, brincalhão, otimista e sempre muito grato por todas as pequenas conquistas desde que chegou ao Brasil, que segundo ele é o melhor país do mundo.

O sírio se tornou um dos favoritos ao grande prêmio de R$1,5 milhão de reais, ele deixou claro que entrou no programa para tentar a sorte e caso se tornasse o vencedor usaria o dinheiro para trazer a sua família para viver em paz aqui no Brasil, onde ele está há quatro anos. Kaysar conta com o auxílio de um tio avô que mora no Paraná e trabalha como garçom e animador de festas infantis para garantir seu sustento.

Longe dos pais e da irmã já há oito anos, seu maior sonho é de reencontrá-los bem longe da barbárie da guerra.

Horrores da guerra

Na madrugada deste domingo (8), Kaysar falou pela primeira vez sobre os horrores que viveu na guerra - ele sempre teve muito receio de falar sobre as barbaridades vividas pelo povo na Síria, segundo ele os pais que ainda estão lá podem receber algum tipo de retaliação do governo, por isso sempre fugiu do assunto.

Mas durante uma conversa franca [VIDEO] ele revelou que perdeu a maioria dos amigos, alguns eram conhecidos desde a infância, estudaram juntos desde crianças e foram assassinados de maneira covarde. Emocionado, Kaysar disse que um dos seus amigos morreu com um tiro na cabeça, no dia das mães, enquanto falava pelo telefone e dava os parabéns para a mãe. O brother contou que alguns amigos foram sequestrados, outros mutilados e que se ele tivesse continuado na Síria, provavelmente estaria morto.

O sírio confessou que muitas vezes ele se sente culpado por não estar junto aos pais, ajundando a sua mãe a segurar a barra que é viver em meio ao desespero da guerra, mas que tem certeza que seria assassinado.

Mas a dor de Kaysar ficou ainda mais evidente quando ele falou sobre sua namorada que também morreu em decorrência da guerra.

Segundo o brother ela foi a sua primeira namorada, e falou que demorou tanto para conquistá-la e chegar até seu coração, demorou até mesmo para conseguir pegar na mão dela e de repente ela se foi.

"É pesado. Ela morreu, sabe? Mas do jeito que ela foi, é uma coisa ruim. Não sei porque tô falando agora, mas é pesado, não sei quantas balas ela levou”, disse Kaysar emocionado.

Paredão

Na noite deste domingo depois da eliminação de Viegas, aconteceu a prova do líder e Breno foi do paredão direto para liderança.

O crush de Paula indicou Kaysar para o paredão e Jessica foi pela casa, assim o quase casal disputa a permanência dentro do BBB18. A enquete promovida pelo portal UOL, mostra que Jessica será a eliminada da vez, confira: