A novela das sete 'Deus Salve o Rei' está causando grande preocupação à Rede Globo de Televisão. [VIDEO] O folhetim, que estreou com a proposta de ser algo completamente diferencial, na verdade, acabou protagonizando os momentos mais tensos da empresa nos últimos tempos. O site 'Notícias da TV' trouxe uma ampla reportagem mostrando que antes mesmo da estreia, 'Deus Salve o Rei' já era um grande prejuízo e sofria de uma possível "maldição". [VIDEO] O termo é comumente usado quando algo não dá tão certo e, no caso da trama de Marina Ruy Barbosa e Bruna Marquezine, foi difícil achar o que estava a dar certo na história.

Novela das sete passa por problemas sem fim e já se fala até em 'maldição'

O folhetim das sete da Globo teve um incêndio antes mesmo do primeiro capítulo ir ao ar.

Armazéns com figurinos e partes de estruturas de cenários acabaram sendo incendiados. A última atitude que prova que '#Deus Salve o Rei' nunca deu certo foi a chegada do autor Ricardo Linhares ao folhetim. O escritor foi chamado com o objetivo de tentar salvar a trama, por mais impossível que isso possa parecer para alguns. Daniel Adjafre é o autor original da obra. Essa é a primeira obra que Daniel faz sozinho, mas não deu muito certo.

Bruna Marquezine recebeu críticas severas por interpretação 'robô' de vilã Catarina

Até mesmo nomes consagrados, como o da atriz Bruna Marquezine, foram jogados pelo ralo durante os últimos tempos. A estrela da televisão é realmente um fenômeno em tudo o que faz e o seu caminho está cada vez mais difícil. Ao fazer a vilã Catarina, por exemplo, ela foi muito criticada.

Muita gente disse que a vilã, na verdade, mais parecia um robô do que qualquer outra coisa. Alguns nomes da Globo defenderam a atriz, porém, posteriormente, o próprio canal mandou exterminar de vez a interpretação robô da personagem.

Protagonista abandonou novela ainda na primeira gravação

Renato Góes seria o protagonista da trama. No entanto, no primeiro dia de gravação de 'Deus Salve o Rei', ele teve uma briga com o diretor da trama e abandonou a produção, algo extremamente incomum. A média da trama, por enquanto, na grande São Paulo, é de 25 pontos. O Ibope não é dos piores, mas por se tratar de uma megaprodução, a Globo queria muito mais, por isso, a decepção tão grande em torno de tudo.

Descontente com os rumos que a novela estava tomando, a Globo tomou uma decisão mais drástica: devolveu dois blocos inteiros para Daniel Adjafre reescrever. A proposta é focar a história no triângulo formado por Amália, Afonso e Catarina. #Famosos