A Rede Globo segue suas medidas desesperadas para salvar [VIDEO], com o perdão do trocadilho, “Deus Salve o Rei”. A trama exibida no horário das 19 horas, já passou por diversos ajustes e intervenções, mas ao que parece tudo isso não tem surtido o efeito desejado e novas medidas, mais drásticas ainda, serão tomadas para tentar alavancar os índices de audiência do folhetim. Desde abril os roteiros estão sob a supervisão de Ricardo Linhares.

Agora a nova estratégia é reduzir o elenco com a saída de alguns personagens [VIDEO]. Para isso, o autor Daniel Adjafre dará fim a alguns personagens com assassinatos e a chegada de uma peste ao reino de Montemor.

O primeiro personagem a deixar a trama será Cássio, interpretado por Caio Blat. Ele se sacrificará para que Afonso (interpretado por Romulo Estrela) consiga fugir da Pedra da Morte. Ele será assassinado pelo feitor da pedreira. Pelo enredo original, o ex-comandante do exército se apaixonaria por Amália (de Marina Ruy Barbosa) e disputaria seu amor com Afonso. Agora o mocinho terá caminho livre.

Outro que também morrerá na trama é o personagem de José Fidalgo, o vilão Constantino. Capturado, ele receberá um anel envenenado de Catarina (Bruna Marquezine) [VIDEO]e agonizará na prisão do castelo.

Em meados de maio, mais dois personagens sairão de cena por conta de uma epidemia que se alastrará pelo reino. Após fazer uma viagem, Saulo (de João Vithor Oliveira), voltará para Montemor doente e, antes de morrer, acabará infectando seu pai, Martinho (Giulio Lopes), este que morrerá nos braços da filha.

Ainda existe a chance de outros personagens morrerem até o final da trama.

Sob intervenção

Escrita pelo estreante Daniel Adjafre, a trama começou a sofrer suas primeiras intervenções ainda em fevereiro, quando a Globo incumbiu ao diretor Fabricio Mamberti a missão de realizar ajustes na linha de direção. Uma das medidas foi tornar a interpretação de Bruna Marquezine menos robótica. Alguns capítulos também passaram a ser desenvolvidos pelo diretor de teledramaturgia da emissora, o autor Silvio de Abreu e alguns capítulos foram totalmente rescritos.

Por fim, a globo chamou Ricardo Linhares para fazer a supervisão do texto. O objetivo é deixar é dar mais fluidez a história, deixando a trama mais centrada nos personagens principais e deixar bem definidas as ações de drama e humor.

Com 25 pontos de média, Deus Salve o Rei tem quatro pontos a menos que sua antecessora, Pega Pega. Apesar do numero ainda ser considerado bom para o horário, as oscilações preocupam a cúpula da emissora carioca.