Mês de abril, tão logo é encerrada uma edição do Big Brother Brasil, é a época em que a Rede Globo [VIDEO] começa a estrear suas grandes produções e novidades em sua grande de programação. Depois de colocar no ar a supersérie “Onde Nascem Os Fortes”, nesta quinta-feira o telespectador começará a acompanhar “Carcereiros”, série em 15 episódios, sendo 12 deles disponíveis no Globoplay desde meados do ano passado e que teve sua estreia na TV aberta adiada por conta de uma grande tragédia envolvendo um de seus principais protagonistas. A série foi escrita por Aquino, Fernando Bonassei e Dennison Ramalho.

A lista de curiosidades começa com o local onde foi rodada a primeira temporada: um presídio real.

Antes de sua inauguração, o novo presídio feminino de Votorantim, na Região Metropolitana de Sorocaba, interior de São Paulo, serviu de locação para a série. Como o local ainda se encontrava em obras, foram necessárias algumas adaptações e algumas cenas teve a participação de ex-presidiários reais, que atuaram como figurantes. Ainda para dar mais realidade a trama, a primeira temporada ainda contou com depoimentos de carcereiros da vida real.

A trama usa linguagem documental. “A série está um pouco mais próxima do documentário do que do folhetim”, disse o ator [VIDEO] Rodrigo Lombardi, um dos protagonistas da série. “O que está sendo dito é o que vale”, seguiu o ator, que a principio não estava escalado para a segunda temporada. “Por isso temos que deixar o psicologismo um pouco à parte”, completou.

O enredo conta a história de Adriano, um carcereiro que acredita na recuperação das pessoas, mas tem lidar com um sistema injusto, violento e corrupto.

Rebeliões nortearam a trama

Logo na estreia, a série mostra uma grande rebelião. E isso não é por acaso. Fernando Bonassi, roteirista da série explicou que quando o roteiro estava sendo escrito houve uma grande rebelião em Manaus e alguns meses depois outra no Para, seguida de outra no Maranhão. “A realidade atualiza a gente o tempo todo”, disse. Ele anda revelou que um ex-agente penitenciário foi incorporado à equipe de roteiristas para a segunda temporada.

Mudou de lado

Um dos atores da série é carismático Ayrton Graça, que em 2003 deu vida ao presidiário Majestade, no filme Carandiru. Agora ele viverá o carcereiro Juscelino.

Tragédia com ator adiou estreia na TV

A morte do ator Domingos Montagner, ocorrida no ano passado durante as gravações da novela Velho Chico, em setembro de 2016, adiaram por mais de um ano a estreia de Carcereiros na TV aberta. Ele era um dos protagonistas da série.

A série irá ao ar todas as quintas-feiras, no horário das 22h30, logo após a novela O Outro Lado do Paraíso, e será exibida regularmente até 17 de junho. Após uma pausa de férias, a atração voltará ao ar em 19 de julho e sua primeira temporada acabará em 6 de setembro. Uma segunda temporada já está em produção, cujas locações agora são uma fábrica abandonada na região leste de São Paulo.