Se você teve a oportunidade de acompanhar alguns talentos da Música no início dos anos 2000, com certeza pode vivenciar uma época onde a mesclagem de ritmos era incrível e as pessoas realmente se divertiam.

Não que hoje seja diferente, mas grandes grupos e bandas surgiram nessa época, marcando para sempre a infância e adolescência de muitas pessoas. Um deles foi o Rouge, formado por garotas talentosas que conquistaram o público com seu ritmo animado e irreverente.

O tempo passou e o grupo resolveu tentar uma nova chance no mercado da música.

Muitas coisas mudaram desde o Rouge se tornou um grande sucesso. A antiga integrante do grupo Li Martins está comemorando o nascimento da primeira filha.

Li Martins revela doença da filha e faz alerta

Em seu perfil no Instagram, a famosa admitiu ter ficado muito ‘’assustada e abalada’’ ao saber que a filha Antonella, de 10 meses de idade, estava com catapora, doença muito comum em crianças na faixa dos 5 a 10 anos de idade.

Na tentativa de alertar outras mães sobre a doença, Li Martins compartilhou o momento com suas seguidoras.

Segundo ela, após cerca de cinco dias de internação, finalmente a filha teve alta. A cantora disse que não iria falar sobre o assunto publicamente, mas se sentiu obrigada a alertar outras mães que não imaginam o perigo que uma simples doença como a catapora pode causar ao bebê.

A integrante do Rouge continuou, dizendo que bebês com menos de 1 ano de idade podem sofrer complicações durante a doença. Segundo ela, o organismo da criança gasta muita energia para combater o vírus. Por causa disso, a imunidade acaba baixando e, como consequência, surgem as complicações.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Famosos Música

A cantora diz que sua filha Antonella precisou ser internada após descobrirem que ela estava com inicio de pneumonia. De acordo com Li, a catapora surgiu na no dia 19 passado e ela prontamente levou a filho ao médico.

Chegando lá, ele receitou um remédio para controlar a febre e antialérgico. A partir de então, ela não tinha o que fazer a não ser esperar os medicamentos agirem e o ciclo da doença passar.

Tudo estava bem quando a bebê apresentou pioras devido à imunidade e, por isso, precisou ser internada. Li conta que viveu momentos de terror por causa disso e mais uma vez pede para que todas as mães tomem cuidado.

Veja mais

Marcelo Carvalho, ex-marido de Gimenez, assume novo romance e ela o alfineta

Evangélica ‘santa’ no passado, Perlla aparece seminua e manda recado; assista

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo