A Delegacia de Descoberta de Paradeiros do Rio de Janeiro, a DDPA, investiga o misterioso desaparecimento de um rapper inglês, ocorrido na última sexta-feira (13). Segundo informações, Kenny Paul Mukendi, conhecido artisticamente como Kenny Vulcan, de 20 anos, foi visto pela última vez deixando um estúdio, situado no Bairro da Tijuca, zona oeste da capital fluminense [VIDEO].

O jovem estava na cidade desde o final do ano passado e participava de um projeto musical. De acordo com a Polícia Civil, ele teria saído da casa da namorada, por volta das 14h30, do dia anterior ao seu desaparecimento, e foi até o estúdio, onde pretendia gravar algumas faixas, saindo de lá, sozinho, por volta das 13 horas de sexta-feira.

Seus amigos não tem mais conseguido entrar em contato com ele desde então e o que soa mais misterioso, é que suas contas em redes sociais simplesmente foram deletadas.

Na última vez em que foi visto, o rapper vestia uma blusa do Flamengo, calça preta, usava boné e calçava tênis branco. Ele também estava com o cabelo tingido de azul. Seus familiares, que residem em Londres, estão desesperados com seu desaparecimento.

Apontado como um artista promissor do hip hop, ele é aluno do curso de música e teatro no Instituto de Música Contemporânea, em Londres, e sua vinda ao país tinha como objetivo concluir um modulo de graduação, que consistia em organizar um evento. No entanto, ele também tinha a intenção de ficar mais tempo no Brasil e para isso tentava conseguir um visto permanente.

Namorada do artista, a cenógrafa Renata Lima, disse que havia trocado mensagem com ele momentos antes de sua saída do estúdio.

“Fiquei ainda mais preocupada quando notei que os perfis nas redes sociais foram apagados”, disse ela. Ainda de acordo com a cenógrafa, Kenny ainda não conhecia muito bem a cidade e em razão disso usava o aplicativo UBER para se deslocar de um lugar para o outro.

Ela ainda disse que a conta do rapper no Instagram, que era conectada ao seu aparelho celular foi desligada por volta das 17 horas de sexta-feira e ao tentar contato com ele, seu telefone estava desligado. Renata ainda disse que tem recebido várias informações sobre o possível paradeiro do namorado e as têm repassado para a polícia. [VIDEO] “Não sabemos em quem acreditar e não temos emocional nenhum para cair em trote, em qualquer pista falsa”, disse.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, imagens de sistemas de segurança de locais próximos ao estúdio já estão sendo analisadas e testemunhas têm sido ouvidas desde a última quarta-feira (18).