Todas as vezes que uma edição do Big Brother Brasil chega ao seu final, sempre fica a dúvida pairando no ar: o que acontecerá com os finalistas, com relação a um provável papel em algum folhetim da Globo? O que já é certo para Gleici, que é a campeã do BBB 18, Kaysar, vice-campeão e a Família Lima, composta por Ana Clara e Ayrton, é que eles têm contrato garantido com a emissora do grupo Marinho até janeiro de 2019 – já para quem chegou perto das finais do programa o contrato vai até junho. [VIDEO]

A Globo geralmente dá oportunidade para algum dos participantes do reality show, como é o caso de Viviam Amorim, que já trabalha na emissora e apresentou o Rede BBB, nesse ano de 2018.

Além da manauara, Fernanda Keulla, que participou da edição de 2013, também conseguiu um contrato com a Globo e apresentou o mesmo programa. O “Rede BBB” é um programa que fala somente sobre o que acontece na casa do reality show e é disponibilizado no Globo Play, para assinantes. [VIDEO]

Muitos rumores surgiram sobre a possibilidade de um desses participantes do BBB 18 ter um contrato com a Globo para atuar em algum folhetim da emissora. Ana Clara, que é filha de Ayrton, vem sendo bem falada nas rodas de conversas dos fãs do programa, no entanto nada é certo. Vivam Amorim, vale lembrar, também estava sendo cotada para ter um contrato com a Globo e apresentar algum programa, mesmo sendo apenas a vice-campeã da edição de 2017 (naquele ano a campeã foi Emilly Araújo).

Contrato de Gleici, Kaysar e Família Lima vai até 2019

A Globo mantém a dinâmica de sempre permanecer com um contrato ativo com os três finalistas do Big Brother Brasil, já que a emissora é possuidora dos direitos de imagem dos três finalistas.

A emissora chega a pagar por volta de cinco mil reais aos finalistas, mesmo que eles não exerçam nenhuma função trabalhista para a Globo. Vale lembrar que para a edição de 2019, a página ‘Gshow’ já está fazendo a consulta das pessoas que querem participar da próxima edição do programa. A análise é feita com base em alguns estudos, após o envio de material por parte dos candidatos (fotos, vídeos, áudios e até documentos). [VIDEO]

Na edição desse ano de 2018, Gleici, que é do Acre, e Kaysar, que veio da Síria, fizeram a maior disputa da competição. O sírio disse que, caso ganhasse o prêmio do programa, iria ajudar os pais que estavam vivendo na Síria (país que enfrenta uma guerra civil). Já Gleici contou, antes de ter vencido o programa da Globo, que o dinheiro serviria para ela ajudar os seus familiares financeiramente e, também, a construir casas para sua mãe e parentes.