Fechar um contrato com uma grande emissora de TV, [VIDEO] ter um programa próprio em horário nobre, além de ótimos cachês com publicidade de merchandising rendem volumosas quantias de dinheiro nas contas bancárias dos artistas e apresentadores e não é muito difícil ver muito deles ostentando carros sofisticados e belas casas. Essa, no entanto, não é a realidade de Fábio Porchat, apresentador da Rede Record, que deu uma entrevista surpreendente a Amaury Júnior, onde revelou o que faz com seus salários.

Esqueça mansões, carros de luxo e muito menos iates. Ele disse não possuir nada desses bens. E o que ele faz com o dinheiro que ganha? Simples, o apresentador revelou que gasta tudo em viagens.

Mas não pense que ele não tenha ao menos uma reserva. Ele tem e, fazendo outra revelação, disse para que fins esse dinheiro será usado. Segundo ele, quando morrer, ele quer ser cremado e que suas cinzas sejam jogadas em Veneza. Pesando até na pessoa encarregada na fúnebre missão, ele disse que guardou o suficiente para que ela possa também curtir a viagem pelo país europeu.

Porta dos Fundos e Jô Soares

Na entrevista ele também explicou a venda de parte do “Porta dos Fundos” para a Viacon, que adquiriu 53% do canal em abril do ano passado. Ele disse que o canal tinha chegado a um teto, e o dinheiro recebido foi reinvestido no próprio canal para alçar novos voos e que continuam com total liberdade criativa.

Ele também falou sobre Jô Soares, o qual lhe deu uma das primeiras oportunidades na TV como humorista, no extinto programa do apresentador global e sobre a emoção de depois de vários anos estar o entrevistando em seu próprio programa.

“Dezesseis anos depois eu tenho um talkshow e estou entrevistando ele. Dá um nó na minha cabeça”, disse.

O programa foi ao ar na noite deste sábado na TV Bandeirantes. [VIDEO]

Lamentou morte de Agildo

A notícia triste deste sábado foi a morte do ator e comediante Agildo Ribeiro, [VIDEO] aos 86 anos, no Rio de Janeiro. Durante todo o dia, vários artistas usaram as redes sociais para lamentar seu falecimento e prestar homenagens e Porchat foi um deles. “A comédia brasileira perde mais um Grande! Triste pensar num mundo sem as piadas do Agildo”, escreveu o apresentador da Record. “Obrigado por tudo o que fez por nós!”.

Recentemente, Agildo foi homenageado no “Prêmio Humor”, idealizado e apresentado pelo próprio Porchat. “Obrigado por tudo o que fez por nós! Tenho a certeza de que o Prêmio do Humor só teve a ganhar com sua história!”, completou.