Uma matéria do site 'Notícias da TV' provocou grande polêmica ao creditar o sucesso de uma repórter da Globo a um caso amoroso com um dos diretores da emissora. [VIDEO] A publicação, assinada pelo jornalista Daniel Castro, foi criticada em outro artigo, dessa vez do 'Universa', do UOL. O artigo crítica a matéria sobre a repórter Patrícia Falcoski, chamando a publicação de machista e questionando até quando o sucesso de mulheres no mercado de trabalho será creditado ao fato de terem ou não um relacionamento com um homem de dentro da própria emissora. [VIDEO]

A polêmica envolvendo Patrícia Falcoski, que está há cinco anos na Globo, começou durante a cobertura da prisão do ex-presidente Luíz Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores.

Lula foi detido diante da Operação Lava Jato e já foi condenado em segunda instância a doze anos de prisão. Patrícia não é das repórteres mais conhecidas do canal, pelo contrário, mas foi ela quem ficou à frente dos principais episódios envolvendo Lula. No sábado (7), quando ocorreu a prisão, a Globo fez oito plantões jornalísticos interrompendo a programação. Falcoski acabou entrando diversas vezes no ar, causando ciumeira nos bastidores do canal da família Marinho.

Jornalista da Globo sofre acusações por aparecer demais durante prisão do Lula

O mistério da ascensão da repórter - como trata o site 'Notícias da TV - aumentou ainda mais pelo fato de que há pouco mais de um mês, durante a cobertura do Carnaval de São Paulo, Patrícia questionou como Martinália, filha de Martinho da Vila, estava se sentindo em homenagear um "amigo".

Outros profissionais, que estão há décadas na Globo, como Bornier e Roberto Kovalic, não tiveram a chance de fazer a "cobertura do ano", o que, é claro, causou ainda mais intrigas nos bastidores da #Rede Globo de Televisão.

As redes sociais revelam que Patrícia Falcoski tem um bom relacionamento com seus chefes, e isso tem alimentado especulações nos bastidores da emissora. Coordenador de coberturas especiais, Mariano Boni de Mathis, terceiro homem na coordenação do jornalismo da emissora, reage às publicações da repórter sempre com emoticons carinhosos. Ele costuma usar figurinhas de coração o tempo inteiro. A direção do jornalismo da Globo, sob o comando de Ali Kamel, após a publicação da matéria do 'Notícias da TV', defendeu Patrícia e lembrou que ela era uma boa profissional. É bom lembrar que, por ser final de semana, o jornalismo trabalha em um sistema de escala. Não foi William Bonner, por exemplo, quem comandou o 'Jornal Nacional' no dia histórico, mas sim Chico Pinheiro. #Famosos