O mistério sobre a causa da internação de Simaria [VIDEO], irmã de Simone, que formam uma das duplas de maior sucesso da música sertaneja do Brasil, enfim foi elucidado. A cantora, que estava internada desde a quinta-feira (12) deixou os milhares de fãs e admiradores verdadeiramente preocupados, já que até a tarde desta terça-feira (17), nenhum diagnóstico tinha sido revelado ao público.

Nesta terça-feira, a cantora recebeu alta e a causa de sua internação [VIDEO] finalmente foi revelada. A sertaneja contraiu Tuberculose ganglionar, uma doença que requer um tratamento específico de até um ano. Mesmo diante da gravidade do caso, a cantora recebeu alta do Hospital Sírio Libanês e vai ficar de repouso absoluto por 30 dias em casa, com acompanhamento médico.

Saiba mais sobre a tuberculose ganglionar

De acordo com infectologistas ouvidos pelo portal de notícias online 'G1', embora a tuberculose ganglionar seja uma doença que requer cuidados e um longo tratamento, ela oferece baixo risco de morte. Mas a intervenção terapêutica precisa ser seguida à risca, isso porque, segundo os especialistas, a bactéria é bastante resistente.

Este tipo de infecção por tuberculose é mais raro, porém a bactéria é a mesma que afeta os pulmões, coração, pleura, rins, pele e ossos. O combate à doença é feito à base de antibióticos, de acordo com as especificações do Ministério da Saúde. O tratamento tem um tempo mínimo de 6 meses e pode chegar até a um ano.

Segundo o infectologista Edimilson Migowski, o tratamento precisa ser ininterrupto, e, se o paciente não seguir o tratamento corretamente, podem surgir cerpas resistentes e causar complicações a saúde do paciente.

Sintomas

Ainda de acordo com o infectologista, os sintomas da tuberculose ganglionar são facilmente confundidos com o cansaço causado com a correria do dia a dia, que geralmente se apresenta no final da jornada diária e, por isso, os pacientes demoram a buscar auxílio médico. Veja quais são os sintomas mais comuns da tuberculose:

  • Febre
  • Cansaço excessivo
  • Calafrios
  • Inchaço com dor
  • Perda de apetite
  • Sensação de fraqueza
  • Mal-estar
  • Tosse
  • Dor no corpo
  • Suor noturno

Tais sintomas também se assemelham aos dos resfriados e gripes, por isso, na maioria das vezes, os pacientes procuram um tratamento alternativo e até mesmo caseiro, dificultando o diagnóstico correto.

Prevenção

A principal prevenção contra a tuberculose continua sendo a vacinação. A vacina BCG (Bacillus Calmette-Guérin) é ofertada gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS). O recém-nascido deve receber a primeira dose até 48 horas depois do nascimento.

Em caso de dúvida, procure seu médico de confiança.