Neste sábado (28), faleceu, no Rio de Janeiro, o ator Agildo da Gama Barata Ribeiro Filho, aos 86 anos de idade. Conforme as informações do site da Globo, o ator sofria de problemas no coração.

Ele era conhecido como o "capitão do riso" e teve grande sucesso ao interpretar personagens cômicos na TV. Numa de suas entrevistas, Agildo Ribeiro, como ficou conhecido pelo público, chegou a brincar e disse que tudo que falava virava risos e comentou que nasceu para ser artista.

Um de seus grandes sucessos foi na peça “Auto da Compadecida”, de Ariano Suassuna. Ele interpretava o personagem João Grilo.

Agildo foi destaque em vários programas e atrações da TV brasileira.

Entre eles estão: "O Planeta dos Homens", gravado em 1976; "Estúdio A...Gildo", de 1982; ‘’Escolinha do Professor Raimundo’’, em 1999, e ‘’Zorra Total’’. O trabalho mais recente do ator foi um participação no "Tá no Ar", da Rede Globo, que fez uma homenagem aos velhos e grandes comediantes brasileiros.

Os últimos filmes com a participação de Agildo são "Casa da Mãe Joana”, em 2008, e “O Homem do Ano”, de 2003. Agildinho, como era conhecido na sua infância, comentou certa vez que se inspirava no cotidiano para criar graça em seus personagens.

Segundo ele, imitar os outros, ser observador e ter um ouvido incrível ajudou para que esparramasse sua criatividade nos papéis. Em 2007, ele chegou a ter uma participação no "Sítio do Pica Pau Amarelo".

Carreira de sucesso

Nascido em 1932, o comediante teve muito sucesso no Brasil.

A sua primeira peça foi em 1953, "Joãozinho Anda pra Trás". Na Rede Globo [VIDEO], ele era protagonista em várias atrações e tinha inúmeros fãs por todo o Brasil.

A simplicidade de suas interpretações ganhava o carinho do público. Ele estava longe da TV desde 2016, quando fez ‘’Zorra Total’’. Conforme informações do site do jornal carioca Extra, Agildo começou a mostrar todo o seu talento no Colégio Militar. Ele juntava os alunos e mostrava imitações dos professores.

O comediante foi de uma geração em que grandes artistas marcaram presença com grande talento no humor. Citamos: Costinha, Golias, Dercy Gonçalves, José Vasconcelos, Chacrinha, Paulo Silvino, Chico Anysio, Jô Soares, entre outros.

Mulheres de sua vida

Em uma breve revelação neste ano, mais precisamente no mês de março, o ator comentou sobre a sua vida amorosa. Ele teve três casamentos. Consuelo Leandro foi a primeira.

Ele disse que era muito bom o relacionamento dos dois, mas, por serem dois comediantes, a coisa não deu certo. Sobre Marília Pêra, ele disse que ela era magnífica. Já Didi Ribeiro foi o amor de sua vida.