A cantora Wanessa Camargo lançou na noite desta quinta-feira (26) o clipe oficial de seu novo sucesso “Mulher Gato”. No final da madrugada desta sexta (27), por volta da 5 horas, o vídeo havia chegando ainda cerca de 106 mil visualizações, mas polêmica a letra da música já está causando bastante.

O pré-refrão da música, por exemplo, diz: “E faço miau, miau, miau / Chama a gata pra dançar / E faço miau, miau, miau / Leitinho quente quer tomar, me dá / Me joga pra cima, que eu caio de quatro / Eu sou, eu sou a sua... mulher gato”.

A letra está cheia de conotações sexuais e palavras ou expressões de duplo sentido [VIDEO]. Até o momento, o vídeo já recebeu 12 mil likes.

Mas o número de deslikes também é alto: 2,3 mil. Wanessa, que começou no sertanejo, depois mudou de ritmo e, por fim, havia voltado ao sertanejo, agora tenta uma pegada pop – ela já havia feito isso em outros momentos.

Wanessa abusa das expressões de duplo sentido em nova música

No YouTube, onde o vídeo foi postado [VIDEO], centenas de comentários já foram feitos. Alguns de elogio à Wanessa e sua música, outros em tom bastante criticado ao novo trabalho da filha de Zezé Di Camargo.

“Eu rindo demais com essa letra. Decepcionante a vergonha que sinto por ver o que a Wanessa está fazendo com a carreira. O marketing foi maravilhoso mas a letra... A batida é boa, produção ótima, mas essa letra destruiu tudo”, comentou um internauta.

A letra que diz em outro trecho “Eu mordo, arranho, balanço o rabinho / Eu faço gostoso, então não demora e me dá, me dá, me dá seu carinho” foi chamada de horrível por alguns.

“Que letra horrível é essa. Você já foi mais, pena que tá indo pro caminho de outras modinhas e ca*** pela boca, gostei da arte do clipe. Mas essa letra aí mds. Pra que isso”, comentou uma seguidora da cantora.

“Coitada. Tá perdida em sua própria identidade. Começou no sertanejo, depois migrou para o ‘pop LGBT’, onde teve sucesso e maior reconhecimento. Não bastasse sua ambição, tentou ganhar os milhões que a ‘nova era’ sertaneja começou a embolsar, sem muito êxito, parte agora para apelação sexual, se rebaixando ao que há de mais infame, num nível bem Inês Brasil. Alguém oriente essa garota”, disparou outro seguidor.

Mas em meio a muitas críticas, também houve quem defendesse o trabalho de Wanessa, que voltou a adotar o sobrenome Camargo. “Engraçado a música do Wesley Safadão com a Anitta tem uma letra mais vulgar do que essa da Wanessa e ninguém faz esse mimimi todo. Povo bes**. Curte a música, é divertida, dançante e tem espaços para todas”, comentou mais um fã da cantora.