Em 2011 o Anão Marquinhos se tornou conhecido nacionalmente ao participar do Balanço Geral como repórter e assistente de palco. Ele ficou na atração por algumas temporadas e depois foi para o Domingo Show, programa de Geraldo Luís, exibido pela Record TV.

O problema é que o programa de Geraldo passou por algumas reformulações recentes e perdeu o espaço ao vivo e o estúdio. Com programas gravados, a função de Marquinhos foi desaparecendo e hoje, apesar de continuar contratado pela Record TV, o rapaz não tem espaço na emissora e acabou se refugiando com a esposa em sua fé.

Ele se tornou missionário em uma das variações da Assembleia de Deus (a igreja dispõe de várias separações, como se fosse várias sub igrejas dentro da igreja principal).

A coluna Notícias da TV assinada por Daniel Castro, do UOL, procurou Marquinhos para falar sobre a nova fase de sua vida.

Ele declarou que apesar de ter se tornado algo conhecido nos últimos dias, ele já se dedica a vida na igreja [VIDEO] desde 2011. Marcos Batista, seu nome real, declarou que quando participava dos programas de TV não tinha tanto tempo para ir para a igreja e pregar, mas que atualmente tem muito mais tempo livre e assim pode se dedicar a ministrar cultos, entretanto, não é uma novidade em sua vida, mas sim algo que já tinha o costume de fazer.

Marcos tentou retornar para a TV recentemente, quando o Balanço Geral ganhou uma edição especial para os sábados. Sua proposta de fazer reportagens com o garçom maluco não foi aprovada e ele segue na geladeira da emissora, entretanto, continua contratado e recebendo.

Marcos disse que continuará à disposição da Record [VIDEO] e está disposto a fazer o que lhe pedirem. Em nota a emissora declarou que Marquinhos não foi demitido e segue em seu quadro de funcionários para participar de projetos que serão divulgados em momento oportuno.

Haters despejam ódio contra o Anão Marquinhos

A mais nova profissão da internet é se juntar para cuidar da vida alheia e disseminar o ódio gratuito. E é óbvio que Marquinhos, sendo uma pessoa pública, não deixaria de ser alvo. Segundo o comediante, quando ele começou a fazer mais publicações nas redes sociais sobre a sua fé e atuação como missionário, muita gente mal-intencionada começou a acusá-lo de ter ido para a igreja para roubar dinheiro do povo.

Marquinhos afirma que não recebe para fazer pregações na igreja e que pede a ajuda de quem pode ajudá-lo para comprar alimentos e ajudar outras pessoas que não estão na igreja e que também ouvirão sobre a palavra de Deus. Ele contou para o UOL que usa a oferta que recebe para comprar cestas básicas e distribuir em comunidades carentes.