Após quase um ano lutando contra um câncer raro no estômago, a blogueira, modelo e digital influencer Nara Almeida, morreu [VIDEO]na madrugada desta segunda-feira (21), aos 24 anos, no Hospital Nove de Julho, em São Paulo. Ao compartilhar a sua luta pela vida no Instagram, ela ganhou força de fãs, amigos e até celebridades.

A apresentadoras e atrizes Adriane Galisteu e Tatá Werneck, além da modelo Lea T., eram algumas das pessoas que trocavam mensagens com Nara Almeida com frequência.

Recentemente, o jogador de futebol Alexandre Pato decidiu ajudar com um tratamento de imunoglobulina para ver se a doença seria debelada.

Nara não postava nenhuma foto desde o dia 4 de maio, quando divulgou a imagem de uma oração.

A doença avançou para outros órgãos, como fígado e pâncreas. A jovem estava internada há três meses no hospital e há um mês, em um leito da UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Na última quarta-feira (16), o quadro dela se agravou. Nara precisou ser sedada para conter as crises agudas de dor.

No perfil oficial da modelo no Instagram foi postada uma foto no qual ela contava que estava começando uma nova fase na luta dela contra o câncer. Ela revelou que iria tomar a primeira dose de imunoterapia.

Para isso, foi necessário muita preparação e muitos exames para que os médicos pudessem encontrar um remédio que poderia tentar salvar a vida dela. Nara Almeida contou que o medicamento tinha um alto custo e, mesmo que eles tenham insistido muito, o governo não bancou as medicações.

A modela contou na postagem que estavam se esforçando para ser possível pagar pelos exames e pelos medicamentos. Depois de meses tentando angariar fundos, o jogador Pato se dispôs a pagar pelo tratamento da modelo pelo período de seis meses, e isso foi grande motivo de comemoração por parte de Nara.

Ela também recebeu doação de três doses do medicamento pela Clinonco, uma clínica de São Paulo especializada em câncer. A blogueira divulgou que ficou muito emocionada com essas conquistas e acreditava que isso salvaria a sua vida.

Mesmo assim, Nara disse na postagem que continuaria a vender camisetas e continuava a aceitar doações, pois os custos de seus cuidados eram realmente elevados.

A postagem foi feita no dia 24 de abril e conta com mais de 1 milhão de curtidas e milhares de comentários.

Comoção nas redes sociais

Os seguidores de Nara Almeida usaram as redes sociais para manifestar o carinho que tinham pela modelo e o modo como se entristeceram com a notícia do falecimento dela. Eles mostraram o quanto gostavam da blogueira e de tudo que ela fazia. Por esse motivo, usaram a web para dar o último adeus a Nara.