Parece que as coisas estão começando a evoluir na teledramaturgia brasileira no que diz respeito aos romances entre personagens do mesmo sexo. Foi o que aconteceu em "O Outro Lado do Paraíso [VIDEO]", da Rede Globo, que está na reta final nesta semana, com os desfechos já esperados dos casais formados no decorrer da novela [VIDEO].

Um desses casais é formado pelo médico Samuel e pelo motorista Cido, personagens de Eriberto Leão e Rafael Zulu, respectivamente. A história do romance dos dois foi marcada por grandes confusões, como já era de se esperar, pela recusa de uma matriarca conservadora e suas tentativas frustradas de tentar transformar o filho gay, no caso Samuel, em hétero, incentivando-o a casar-se com uma mulher.

Umas das críticas apontadas pelos internautas com relação ao romance entre Cido e Samuel foi a forma caricata e humorística com que foi abordada durante a história, sem se preocupar com a seriedade do tema e com os problemas reais enfrentados pelos homossexuais no dia a dia. Mas a cena final que antecede o tão falado beijo parece ter redimido o autor Walcyr Carrasco.

Quando tudo parecia estar perfeito e o casal pronto para viver a relação plena e feliz, Cido diz a Samuel, em um discurso emocionado, que não suportaria viver num lugar onde seja maltratado e onde não o querem, se referindo à mãe de Samuel, Dona Adnéia. Nesse momento, Samuel se declara e pede para que Cido não vá embora.

Com grande apelo emocional e muitos carinhos entre os personagens, acontece o esperado beijo apaixonado.

Vale ressaltar que não foi um beijo de língua, mas também não foi um selinho. Foi sutil, bonito e delicado. Como a cena pedia.

Na internet, as pessoas foram à loucura. O recorde de audiência superou as expectativas da própria emissora e os personagens ficaram nos trending topics do Twitter como os assuntos mais comentados da noite. Sem dúvida, a maior parte dos comentários foi elogiando a delicadeza com que a cena foi construída até o momento do beijo.

"Eu não estava preparada para essa cena tão linda", disse uma internauta. "A família tradicional brasileira está em choque com a cena de Cido e Samuel", comentou outra.

Claro que houve também muitos comentários criticando o beijo explícito, partindo principalmente de pessoas conservadoras, mas a verdade é que o público já está começando aos poucos a ver com mais naturalidade as histórias de amor entre personagens do mesmo sexo nas Novelas, porque, afinal, estas histórias também existem na vida real.