Marcelo Eiji Harada. Pelo nome você provavelmente não conhece, mas ele ficou famoso em todo o Brasil como o Japonês do “Pânico”, programa de humor que foi exibido nas noites de domingo, primeiro na RedeTV! e depois na Bandeirantes, entre os anos de 2003 e 2017.

Nessa quinta-feira (17), Harada foi preso e o motivo chocou aqueles que o acompanham no “Pânico”. Em sua residência, na Zona Sul da cidade de São Paulo, foram encontrados conteúdos eróticos infantis.

A Polícia Civil fez uma grande operação de combate ao erotismo infantil [VIDEO] e a casa de Harada foi um dos destinos visitados pelos agentes policiais. Do local, foi levado um HD externo e a vistoria técnica dos policiais especializados mostrou que havia armazenamento de conteúdo proibido.

Marcelo Harada pode ser condenado por armazenar este tipo de conteúdo em casa e pode pegar de um a quatro anos de prisão. Além disso, ele terá que pagar uma multa, se condenado, fixada pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Da parte de Harada, ninguém se manifestou. À essa altura ele, certamente, já conta com a ajuda de um advogado para deixar a cadeia. Por ser réu primário, ele estará livre em breve e deve aguardar o julgamento em liberdade.

Material erótico infantil é crime

Normalmente, as pessoas ficam impressionadas quando se fala em pedofilia, que é o ato sexual com uma criança [VIDEO], mas material erótico infantil é tão reprovável quanto, de acordo com a lei. O consumo deste tipo de material é um passo para a pedofilia.

Fotografar e armazenar fotos de crianças nuas é crime e a pessoa que faz isso pode ser descoberta.

Afinal de contas, não há nada que seja feito na internet que fique encoberto.

Com o avanço da tecnologia, as autoridades têm ferramentas de última geração que permitem localizar quem está cometendo algum crime, como o de guardar material erótico infantil ou transmiti-la via internet.

A sensação de que na internet se pode fazer tudo porque é terra de ninguém, sem lei, é bem enganosa. Tudo está sendo visto e a Polícia está atenta ao que está acontecendo. Esta não é a primeira ação em proteção às crianças.

Japonês do ‘Pânico’

Nos 14 anos em que ficou no ar, o “Pânico” contou com muitos integrantes em seu elenco, digamos, de apoio. Um deles foi o Japonês, que ficou alguns anos no programa, quando este era exibido ainda pela RedeTV!, e ganhou certo destaque na sátira que Carioca fazia de Jô Soares. O quadro Jô Suado tinha Marcelo Harada como o assistente de palco Alex.