Durante a exibição do programa Fofocalizando [VIDEO] da última terça-feira (01), os apresentadores da atração vespertina do SBT, discutiram sobre a polêmica em torno da Rede Globo, devido ao número irrisório de atores da raça negra na próxima novela das nove da emissora carioca, 'Segundo Sol'. A Globo vem apostando alto em sua nova trama, já que 'O Outro Lado do Paraíso' acabou tendo alguns problemas e acabou não conquistando a audiência desejada, porém, antes mesmo da estreia, a emissora já vem enfrentando certa resistência do público, pois nas redes sociais os internautas também estão reclamando da escalação do elenco, por quase não ter profissionais negros atuando.

Mara Maravilha acabou gerando um grande debate no estúdio do ‘Fofocalizando’, ao questionar qual seria o motivo pelo qual em uma novela que está sendo rodada justamente na Bahia, com um elenco composto por 26 atores, apenas três entre eles serem negros. Mara, como sempre, não poupou palavras e acredita que está tendo racismo na escalação do elenco, principalmente por ser uma novela que se passa na Bahia.

O curioso nesta situação é que justamente no mesmo dia em que o programa da emissora de Silvio Santos discute sobre preconceito racial e faz críticas à concorrente, o SBT coloca nada mais, nada menos que a apresentadora loira, Roberta Miguel, para ficar à frente do quadro 'Direto da Redação'. Roberta surgiu pela primeira vez no dia 24 de abril, quando foi necessário substituir Gabriel Cartolano.

A apresentadora é linda, desinibida, muito bem informada, super competente, mas é loira e isso logo chamou a atenção do público que acompanhava o debate.

Roberta Miguel, na verdade, já faz parte da equipe do 'Fofocalizando' [VIDEO], pois é de sua responsabilidade a narração de todos os VTs da atração. Vale a pena ressaltar que o SBT não possui profissionais da raça negra à frente de suas atrações. Em 2017, o canal do avô de Thiago Abravanel demitiu os dois principais nomes negros de sua lista de funcionários, sendo a jornalista Joyce Ribeiro e o ator Jean Paulo Campos.

Faltando pouco menos de duas semanas para a sua estreia, que se dará no dia 14 de maio, na telinha da TV Globo, o próximo folhetim do horário nobre da emissora, Segundo Sol, de autoria de João Emanuel Carneiro, já está sendo alvo de muitas críticas pelos internautas pelo número extremamente reduzido de atores negros no elenco, mesmo assim, a emissora não deu nenhum sinal de que pretende mudar isso.