Todo mundo que entende um pouco sobre o universo das televisões sabe que a TV Globo é o canal que mais prega pela qualidade de seu conteúdo e, assim, tenta afastar ao máximo toda e qualquer demonstração de fraqueza ou de "humanidade" dos seus apresentadores e isso serve tanto para a cabeça de rede quanto para as afiliadas ao redor do Brasil.

Porém alguns momentos são mais fortes que a linha editorial da emissora e os âncoras dos telejornais acabam ficando sem ter o que fazer além de demonstrarem suas mais puras emoções.

Publicidade
Publicidade

E foi isso o que aconteceu no jornal "BATV", da TV Bahia, canal afiliado da TV Globo em Salvador. A atração estava se finalizando na última sexta-feira (4), quando a apresentadora Camila Marinho precisou fazer um comunicado oficial.

A apresentadora que esteve a quatro anos frente ao jornal baiano teve que se despedir, pois o jornalista Fernando Sodake iria iniciar a a apresentação do programa a partir desta segunda-feira (7).

Durante a sua despedida, ela agradeceu pela audiência e se despediu com a voz muito embargada, afirmando que vai participar de novos projetos na emissora.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Política

Vale lembrar que ela substituiu Kátia Guzzo quatro anos atrás. A apresentadora mais tradicional do canal também foi tirada do ar para fazer parte de novos projetos do canal, mas não retornou ao ar. O ex-âncora do "BA TV", Jefferson Beltrão foi demitido da rede e hoje trabalha somente no rádio.

Mudanças drásticas na TV Bahia para reconquistar o público

A verdadeira dança das cadeiras nos jornais da afiliada da Globo começaram por conta da mudança completa na grade dos trabalhadores.

Publicidade

Em primeiro lugar, o "Jornal da Manhã" perdeu uma apresentadora. A Jéssica Smetak foi para a Record TV Itapoan, apresentar o "Bahia no Ar".

Smetak foi para a Record porque a TV Bahia havia contratado a antiga âncora daquele jornal, Jéssica Senra, vista como a grande coringa para a recuperação da audiência da emissora baiana.

Senra passou a integrar o horário vespertino da TV, tirando do ar a apresentadora Silvana Freire e levando o ex-âncora do "Bahia Meio Dia" para o horário da noite.

Com isso, saem do ar Silvana Freire, do meio-dia e Camila Marinho, da jornal noturno.

E a mudança feita gerou uma verdadeira mudança na audiência: o briga foi mais acirrada no dia de estreia de Jéssica Senra. O "Bahia Meio Dia" conseguiu empatar com o maior concorrente, o "Balanço Geral".

A briga pela audiência fez com que a TV Bahia perdesse toda a sua elegância, iniciando um bate-papo mais popular, falando com o povo de forma mais próxima, usando trejeitos e gírias que pouco eram vistas anteriormente.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo