Todo mundo que entende um pouco sobre o universo das televisões sabe que a TV Globo é o canal que mais prega pela qualidade de seu conteúdo e, assim, tenta afastar ao máximo toda e qualquer demonstração de fraqueza ou de "humanidade" dos seus apresentadores e isso serve tanto para a cabeça de rede quanto para as afiliadas ao redor do Brasil.

Porém alguns momentos são mais fortes que a linha editorial da emissora e os âncoras dos telejornais acabam ficando sem ter o que fazer além de demonstrarem suas mais puras emoções.

E foi isso o que aconteceu no jornal "BATV", da TV Bahia, canal afiliado da TV Globo em Salvador. A atração estava se finalizando na última sexta-feira (4), quando a apresentadora Camila Marinho precisou fazer um comunicado oficial.

A apresentadora que esteve a quatro anos frente ao jornal baiano teve que se despedir, pois o jornalista Fernando Sodake iria iniciar a a apresentação do programa a partir desta segunda-feira (7).

Durante a sua despedida, ela agradeceu pela audiência e se despediu com a voz muito embargada, afirmando que vai participar de novos projetos na emissora. Vale lembrar que ela substituiu Kátia Guzzo quatro anos atrás [VIDEO]. A apresentadora mais tradicional do canal também foi tirada do ar para fazer parte de novos projetos do canal, mas não retornou ao ar. O ex-âncora do "BA TV", Jefferson Beltrão foi demitido da rede e hoje trabalha somente no rádio.

Mudanças drásticas na TV Bahia para reconquistar o público

A verdadeira dança das cadeiras nos jornais da afiliada da Globo começaram por conta da mudança completa na grade dos trabalhadores.

Em primeiro lugar, o "Jornal da Manhã" perdeu uma apresentadora. A Jéssica Smetak foi para a Record TV Itapoan, apresentar o "Bahia no Ar".

Smetak foi para a Record porque a TV Bahia havia contratado a antiga âncora daquele jornal, Jéssica Senra, vista como a grande coringa para a recuperação da audiência da emissora baiana.

Senra passou a integrar o horário vespertino da TV, tirando do ar a apresentadora Silvana Freire e levando o ex-âncora do "Bahia Meio Dia" para o horário da noite.

Com isso, saem do ar Silvana Freire, do meio-dia e Camila Marinho, da jornal noturno.

E a mudança feita gerou uma verdadeira mudança na audiência: o briga foi mais acirrada no dia de estreia de Jéssica Senra. O "Bahia Meio Dia" conseguiu empatar com o maior concorrente, o "Balanço Geral".

A briga pela audiência fez com que a TV Bahia perdesse toda a sua elegância, iniciando um bate-papo mais popular, falando com o povo de forma mais próxima, usando trejeitos e gírias que pouco eram vistas anteriormente.