O cantor mundialmente conhecido, Chris Brown [VIDEO], por diversas vezes já foi protagonista de acusações envolvendo agressões contra mulheres. Desta vez ele não foi o agressor, e a bola da vez foi o também músico/rapper Young Lo. Uma jovem acusou e está processando o Lo por tê-la violentado sexualmente em uma festa, adivinha de quem? De ninguém mais ninguém menos que Chris. Gloria Allred é a advogada da vítima envolvida no caso, foi ela quem deu o nome de Young no processo e no passado já defendeu as mulheres que sofreram os abusos sexuais de Donald Trump e Bill Cosby. A advogada luta pelo direito das mulheres e gosta de pegar casos onde famosos estão envolvidos.

Ela conversou com a imprensa e disse que sua cliente vai permanecer sem nome. A vítima teria chegado aos estúdios de Chris Brown e logo na entrada já quiseram tirar o telefone dela, já que o cantor não queria que ninguém ficasse tirando fotos. Logo em seguida foi entregue para ela e as outras mulheres que ali estavam, pequenas pílulas cheias de pó branco. Recusou-se a tomar essas pílulas e foi enviada para um quarto, uma vez lá, o quarto foi trancado com um sofá que teria sido empurrado para frente da porta. Enquanto músicas e vídeos adultos rolavam na maior altura, todas as mulheres foram mandadas a tirarem suas roupas e praticarem relações íntimas.

A vítima [VIDEO]alega que para sair do quarto precisou “dar um trato” em Young Lo, precisando usar a boca para tal. E mesmo depois que saiu, teria sido separada do restante das garotas ali presentes.

O rapper teria violentado-na sexualmente nesta hora e mais tarde quando finalmente conseguiu se livrar daquele pesadelo, foi imediatamente para um centro de tratamento de estupro. Gloria Allred admitiu que já atendeu muitos casos de estupro, mais de centenas, mas este de longe teria sido o caso mais bizarro e horrível que ela já tomou em mãos. Até o atual momento nenhuma acusação foi feita contra os cantores Chris Brown e Young Lo. Podemos esperar mais novidades sobre o caso em breve, uma vez que a advogada responsável não pretende 'largar o osso' facilmente.

Burburinho nas redes sociais

Os internautas usaram as redes sociais para comentar o caso e lamentam que esses tipos de crimes ainda aconteçam nos dias de hoje. Na web, os internautas clamaram para justiça e pediram para que as investigações sejam feitas com rigidez e que os verdadeiros culpados paguem por seus crimes. As pessoas que comentaram nas redes sociais esperam que as autoridades consigam solucionar esse caso rapidamente.