Uma das grandes vilãs da trama de sucesso do horário nobre da Rede Globo, Segundo Sol, Karola, personagem vivida por Deborah Secco, conseguirá fazer com [VIDEO]que Luzia acredite que o filho que ela esperava de Beto Falcão nasceu morto.

A malvada irá mais além, armando todo um plano para que a personagem vivida por Giovanna Antonelli seja presa. Na cadeia, a ex-esposa de Edilei passará por momentos terríveis, sofrendo muitas ameaças de morte. Mas lá dentro da prisão, Luzia será defendida por Jurema, uma detenta que planeja uma rebelião seguida de uma fuga e consegue convencê-la a participar de tudo.

O grande amor da vida de Luzia, que não fazia ideia de que a mulher estava esperando um filho seu, acaba por ver todo o noticiário passando na televisão, quando o repórter dirá que não tem ainda o número de mortes, mas já foi divulgado que mais de 50 detentas conseguiram escapar, sendo que a grande maioria continua foragida.

Depois de conseguir escapar da prisão [VIDEO], a mocinha irá procurar por seus filhos na casa de sua irmã, Cacau, personagem de Fabiula Nascimento, mas terá uma grande decepção, pois será rejeitada primeiramente pelo filho, Ícaro, e, na sequência, ao tentar ver a filha Manuela, Zefa, personagem interpretada por Claudia Di Moura, não irá permitir e dirá que se ela insistir, chamará a polícia.

Ao perceber que perdeu os filhos e que não tem mais nada o que fazer no Brasil, Luzia resolve aceitar a proposta de seu grande amigo e fugirá em sua companhia para a Islândia.

No leito de morte, Claudine faz revelação surpreendente

Apesar de serem patroa e motorista, Claudine e Roberval sempre tiveram um relacionamento muito amigável. Ao entrar no quarto da senhora para lhe dar os medicamentos, vê que ela começa a passar mal.

Bastante apavorado, o motorista fala que irá chamar um médico. Mas a patroa o impede e diz que tem uma revelação muito importante para fazer. Claudine afirma que ele era o dono da casa e diz: “Você é dono desta casa, meu filho”.

Transtornado e sem entender o que está acontecendo, o filho de Zefa pergunta para a senhora Claudine o que ela está querendo dizer. Em seguida ao questionamento do motorista, a patroa contará algo que o deixará perplexo. Ela diz para ele reivindicar sua herança, pois é filho de Severo com Zefa, assim, é tão herdeiro quanto Edgar.

Roberval tentará conseguir mais explicações para tal fato, mas será tarde demais, pois Claudine não resistirá e acabará falecendo diante dele.