Assim como as Novelas brasileiras influenciaram e marcaram, de alguma maneira, os telespectadores e o próprio cenário da teledramaturgia, as produções mexicanas também fizeram. Passando da maneira de se vestir ao gênero que se popularizou, as novelas a seguir foram um marco na década de 1990 no México [VIDEO], Confira:

LAZOS DE AMOR (Laços de amor) - Feita entre 1995 e 1996, a trama trazia Lucero e Juan Manuel Bernal como protagonistas. A trama foi uma produção de Carla Estrada e trazia Lucero [VIDEO]interpretando Maria Guadalupe, Maria Paula e Maria Fernanda.

Três personagens iguais - já que eram trigêmeas - ao tempo em que eram totalmente diferentes entre si. A trama fez tanto sucesso no México que as meninas se sentiam identificadas com elas e discutiam quem seria quem das "três Marias", sempre de acordo com o estilo de cada uma das personagens.

MUCHACHITAS (Garotinhas) - Feita entre 1991 e 1992, a trama é um marco das tramas juvenis no México e sem dúvida nenhuma, representa o que foi os anos 90. Sob a produção de Emilio Larrosa, Muchachitas apresentava a história de quatro meninas: Monica, Isabel, Elena e Leticia.

Cada uma vinha de diferentes classes sociais e possuíam o sonho de estudar em uma escola de artes. Além de quererem ser atrizes famosas e ricas, elas se surpreendiam ao encontrar o amor no meio do caminho. Para tanto, elas teriam que lutar e enfrentar diversos desafios para serem felizes.

ALONDRA (Alondra) - Em 1995, a produtora Carla Estrada trazia a sua primeira tentativa de produzir uma novela de época (sendo que ela voltaria ao gênero com tramas de sucesso, como Amor Real em 2003 e Alborada em 2005). A novela deixou sua marca principalmente por ser uma das pioneiras do gênero naquela década e pelo fato da grande qualidade dos personagens e pela sua intensa história.

Alondra Déaz Real de Támez, que era interpretada pela atriz Ana Colchero, era uma menina de boa família que era abastada do centro da alta sociedade, pois além de ser rebelde, era bem liberal para época.

A personalidade forte da personagem também seria um importante fator para as tramas mexicanas, já que representaria um pequeno esboço do feminismo que veríamos em próximas novelas da Televisa.

ROSALINDA (Rosalinda) - Thalia não só deu vida a diferentes "Marias" na televisão mexicana. Rosalinda, sua última novela, é considerada por muitos, sua melhor protagonista. A trama foi ao ar originalmente em 1999 e trouxe Fernando Carrillo como par romântico da atriz.

Esta novela mostrava uma jovem bonita que vendia flores nas ruas, mesmo com seus vestidos simples, ela sempre mostrava um sorriso no rosto e usava uma flor no cabelo. Na década de 1990, era muito comum ver garotas mexicanas usando uma flor no cabelo, imitando a personagem da Thalia.