A pacata rotina de Lívia (Grazi Massafera) vai sofrer uma grande mudança nos próximos capítulos da novela [VIDEO] O Outro Lado do Paraíso. A moça, que sempre criou Tomaz (Vitor Figueiredo) como um filho, vai se revoltar ao perder a guarda dele durante uma audiência. Tudo começa após a determinação de Clara (Bianca Bin) em lutar para reconquistar o amor do filho. Após se recuperar de problemas pessoais e conseguir de volta o seu dinheiro, a mocinha vai se reerguer e buscar justiça.

Raquel (Erika Januza) será a juíza que vai conduzir o julgamento pela guarda do menino. Na ocasião, ela vai ouvir os depoimentos da filha de Sophia [VIDEO] (Marieta Severo) e de Clara, a mãe biológica.

Depois de todas as declarações, Raquel vai decretar que a guarda de Tomaz deve ficar com Clara. É neste momento que Lívia fica desesperada e começa a suplicar para que Raquel reconsidere sua decisão. Ela pedirá para que a juíza não tire Tomaz dela: "Minha vida não vai ter nenhum sentido. Não permita que ele fique longe de mim", tenta argumentar.

Apesar disso, Raquel se manterá segura e convicta do veredito e continuará afirmando que Tomaz deve ficar com Clara. Após a comemoração de Clara pela decisão, Lívia acaba se revoltando ainda mais e começa a proferir insultos contra a juíza, afirmando claramente que ela tomou essa atitude devido a sua proximidade com Clara. A quase vilã diz que Raquel pode ter tomado a decisão até mesmo antes do processo. Mas ela não conta com o fato de que a juíza vá recriminá-la na frente de todos: "Não vou prendê-la por desacato, em respeito a seu momento de desespero.

Eu não decido processos movida pela amizade ou razões pessoais", diz, deixando a loira em choque com sua resposta.

A amiga de Clara ainda ressaltará o fato de que Sophia está impossibilitada de ficar com responsabilidade sobre Tomaz, pois ainda está hospitalizada. Por conta disso, o responsável pelo menino deve ser alguém que tenha um elo de sangue forte com ele (neste caso, Clara). Ainda assim, Lívia fica revoltada por 'perder' o filho e avisa que vai recorrer. Raquel reforça que ela pode recorrer sempre que sentir necessário, pois este é um direito que ela tem.

Vale lembrar que Tomaz inicialmente não vai aceitar essa mudança brusca, já que passou dez anos sendo criado por Lívia, com quem tem um carinho muito forte. Apesar de gostar de Clara, ele rejeitará por um tempo a mãe biológica por aparentemente tê-lo afastado de Lívia.