Se existe alguém no Brasil que atualmente representa de forma completamente enérgica e artística o movimento gay é a cantora Pabllo Vittar. Ela se tornou uma personalidade muito conhecida na mídia com alguns dos sucessos que fizeram muito barulho no Brasil nos últimos meses e, mesmo entre várias críticas negativas, seus convites para programas de televisão e visualizações no YouTube não caem.

Porém, a artista que também apresenta um programa no Multishow cometeu uma atitude controversa na última quinta-feira (17). O perfil oficial da artista compartilhou um tweet onde era feita uma referência ao dia contra a homofobia, porém possuía um conteúdo considerado de "mau gosto" por quem se sente [VIDEO]afetado por este tipo de problema social.

A publicação em questão foi feita originalmente pela Rádio Jovem Pan, que solicitou que os seus fãs pedissem uma música que seria escutada pela última vez – pasmem – caso fossem vítimas de um crime mortal de homofobia. No texto, era deixado claro que a LGBTfobia tira a vida de uma pessoa por dia no Brasil e questiona o leitor: "se você fosse a vítima", qual seria o último pedido musical?

Na publicação feita no perfil oficial de Vittar, ela mencionou os seus fãs como "Manas" e afirmou que queria convidar a quem gosta dela a fazer parte daquele que seria um "exercício de empatia". A campanha foi publicada com a tag "Minha Última Música" e não foi bem vista pela grande maioria das pessoas.

A artista foi detonada por muita gente e logo a publicação foi removida. Algumas horas após, Pabllo se manifestou, de acordo com a drag, ela não teria feito aquela postagem, mas alguém que fazia parte de sua equipe, uma pessoa que já havia sido demitida após aquele incidente.

Ela ainda afirmou que sabe o "quão pesado" é aquela situação.

Na publicação oficial da Jovem Pan, a primeira pessoa a se manifestar contra a ideia foi a jurada do MasterChef, Paola Carossela, que questionou se aquela campanha era realmente séria. Em seguida, uma publicação de Pabllo também ganha destaque. E muita gente criticou a artista, segundo eles, não havia motivo para que ela se manifestasse ali, já que seu perfil tinha apoiado a campanha pouco tempo antes.

A loira retrucou, afirmando que não aceitaria fazer parte deste tipo de campanha [VIDEO] "nem por todo o dinheiro". Mesmo assim, alguns internautas duvidam que o funcionário tenha feito a tal publicação sem o aval da artista. A artista se envolveu novamente em polêmica!