A maioria dos cristãos verdadeiros do Brasil tem ojeriza ao mundo Gospel, devido aos problemas e confusões que envolvem este mundo que está mais preocupado com o dinheiro do que com Jesus Cristo.

Os escândalos envolvendo pastores e cantores são comuns, infelizmente, e mancham a imagem de muitos evangélicos já que quem está de fora costuma generalizar e achar que todos são iguais.

Nesta semana, a polêmica envolveu o pastor, ex-deputado estadual e presidente da Igreja Quadrangular em Alagoas, João Luiz, e o cantor gospel J. Neto, que teve parte da carreira ligada à Igreja Universal do Reino de Deus.

Neto é acusado de faltar a show por estar bêbado

Na quarta-feira (2), o pastor João Luiz postou vídeos em suas redes sociais em que detonava J. Neto e o acusava de ter faltado a um show por estar bêbado. João Luiz afirma ainda que teria pago parte do cachê, no valor de R$ 2.500.

O cantor gospel se apresentaria em uma das igrejas Quadrangular do estado de Alagoas. Segundo o pastor, J. Neto já estava com as passagens em mãos e mesmo assim não se apresentou.

As alegações de que o artista gospel estava bêbado são fortes e causaram bastante polêmica no mundo gospel nos últimos dias. J. Neto é um dos cantores mais Famosos.

O cantor ainda não se manifestou sobre o caso. Duas redes sociais de J. Neto não são atualizadas há algum tempo. A última postagem no Twitter foi em 2014. No Instagram, a última foto foi postada no ano passado.

No Facebook, onde ele é seguido por pouco mais de 23 mil internautas, a última postagem foi feita no dia 16 de abril.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Música

“Elevo os meus olhos para os montes; de onde me vem o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra”, postou o cantor, citando os dois primeiros versículos do Salmos 121.

Relação do cristão com o álcool

Para alguns, um cristão não pode colocar nenhum pingo de álcool na boca. Para outros, é permitido beber, mas não se embriagar. Ao contrário do que muitos pensam, o segundo argumento é o que tem base bíblica.

Portanto, um cristão pode beber, desde que não fique embriagado e não escandalize um irmão em Cristo. O beber socialmente, obviamente, é uma tarefa impossível para quem sofreu com o alcoolismo antes de se converter.

A essas pessoas é recomendado que nunca chegue perto de bebidas alcoólicas e fique apenas no refrigerante e no suco. Se J. Neto ficou bêbado, como foi acusado pelo pastor, deve pedir perdão a Deus por isso.

Se não, o pastor é quem deve pedir perdão pelo falso testemunho contra um irmão.

De qualquer forma, os fãs do cantor esperam que se ele se manifeste sobre o caso e explique toda a situação.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo