A nova novela da Rede Globo [VIDEO], 'Segundo Sol', estreou esta semana, mais precisamente no dia 14 de maio, segunda-feira, e já está dando o que falar. A trama, que foi escolhida para substituir 'O Outro Lado do Paraíso' [VIDEO] no horário das nove, conta com um elenco de peso e também com uma quantidade um tanto quanto exagerada de assuntos polêmicos em seu enredo.

Formada por um elenco de peso, escolhido a dedo com atores do primeiro escalão da emissora, 'Segundo Sol' traz nomes consagrados na teledramaturgia, como Giovanna Antonelli, Emílio Dantas, Deborah Secco, Adriana Esteves, Giovanna Lancelotti, Chay Suede, Letícia Colin e outros.

Abordando assuntos do cotidiano brasileiro, a trama abordará temas polêmicos e bastante discutidos no País, como relacionamento, adultério, fama, religião, homossexualismo e prostituição.

Nova novela da Globo retratará família evangélica composta por pai, mãe e duas filhas; uma lésbica e a outra prostituta

A fim de abordar temas polêmicos e pertinentes a sociedade brasileira, João Emanuel Carneiro, criador da trama global que promete agitar o horário nobre, abordará um assunto um tanto quanto delicado na novela.

Os atores Roberto Bonfim e Kelzy Ecard interpretarão os personagens Agenor e Nice, dois evangélicos "fervorosos", que sem êxito farão de tudo para incluírem as duas filhas nos eventos e ministrações da igreja que frequentam. Pais de Maura e Rosa, interpretadas por Nanda Costa e Letícia Colin, respectivamente, eles, farão papéis de cristãos sérios e que buscam a conversão das filhas mais do que tudo na vida.

Sonhando com o dia em que as meninas cantarão juntamente com o coral da igreja, eles não imaginam que as herdeiras levam vidas bastante diferentes das que eles sonham.

Contradizendo o que os pais esperam para elas, Maura se descobrirá lésbica ainda na adolescência e viverá um romance às escondidas com sua vizinha, enquanto sua irmã, Rosa, será uma espécie de prenda, para homens que contratam garotas de programa por meio de leilões virtuais, estes realizados por Laureta, personagem de Adriana Esteves.

Críticas nas rede sociais

Com a abordagem do cristianismo na trama da Rede Globo, muitos evangélicos estão criticando a trama, que completa hoje seu quinto capítulo.

Com a premissa de que as cenas podem ser uma afronta a igreja e os valores pregados na igreja, muita gente vem reprovando a investida da emissora em trazer para as novelas assuntos como religiosidade.