Considerado um dos principais artistas ligado ao ritmo do funk dos últimos tempos, Naldo Benny, que se encontra com 39 anos de idade, se tornou assunto nos principais meios de comunicação do país, ao ser apontado como um homem violento por sua própria esposa, a ex-dançarina de funk, Ellen Cardoso, de 36 anos, popularmente conhecida na mídia como Mulher Moranguinho [VIDEO].

Casados desde 2013, o casal que já vivia uma união estável antes do casamento e são pais da pequena, Maria Victória, de três anos de idade. Se separaram recentemente, após Ellen se deslocar até uma delegacia de polícia e solicitar exame de corpo de delito, afirmando que havia sido agredida fisicamente por seu esposo, o cantor Naldo.

Constatando a agressão e emitindo uma ordem de restrição judicial, na qual o artista não poderia se aproximar da esposa, bem como manter qualquer tipo de contato com a mesma. O caso foi amplamente discutido na mídia e Naldo [VIDEO] foi alvo de uma série de questionamentos.

Deixando a casa que dividia com o marido no Rio de Janeiro e levando a filha do casal para São Paulo, Ellen passou pouco mais de três meses afastada de Naldo Benny, pensando no que faria, até tomar a decisão de reatar seu relacionamento com o marido e dar uma nova chance ao amor.

Ellen reata relação com Naldo e durante entrevista fala mais sobre a reaproximação do casal

Convidados a participarem do 'Programa do Porchat' desta segunda-feira (14) na RecordTV, Naldo e Moranguinho conversaram com o apresentador e sem papas na língua, falaram abertamente sobre o polêmico episódio que protagonizaram, bem como a reaproximação e valorização da família.

Dispostos a falar abertamente, Ellen iniciou o assunto e expôs o que segundo ela, motivou a reaproximação entre eles. De coração aberto, Ellen Cardoso tomou à frente e revelou: "Amor, só o amor justifica isso tudo que nos ocorreu. Quando você ama outra pessoa e consegue ver 1% de chance de que você pode recuperar sua família, a sua relação, aí é que eu acho que vem toda a força de tentar reparar os erros causados. Diante disso, eu escolhi nossa família."

Assumindo sua culpa no distanciamento da amada e na exposição da relação do casal, o funkeiro, que vem se submetendo a sessões de terapia semanalmente, ainda ressaltou: "Nesse tempo de tratamento eu aprendi que a pessoa tem uma série de reações que são frutos das experiências de vida que elas tiveram. No meu caso, as minhas experiências de vida, não foram positivas enquanto criança lá na favela. O lugar onde eu nasci e cresci é um lugar de extrema violência. Eu amo demais o meu pai, mas eu vi isso acontecendo dentro da minha casa e você se autoflagela. Você não quer, mas acaba fazendo algumas coisas do jeito que você via quando criança".

O que acharam sobre o assunto? Não deixe de participar, deixando seu comentário, ele é muito importante. Participe também do Canal dos Famosos e não perca nada sobre as celebridades do Brasil e do mundo.