Um mandado de prisão contra o cantor Kleiton Pedroso de Abreu foi homologado pela Justiça no último dia 19 de abril de 2018, desde então o cantor consta como foragido. Atualmente, Kleiton é casado com Silvia Abravanel, filha do apresentador Silvio Santos [VIDEO]. Segundo informações da Polícia Federal, a ex-namorada de Pedroso, Ana Arraes Cavalcante, entrou com uma ação na Justiça pelo não pagamento da pensão de sua filha de cinco anos. A mulher também ingressou com uma ação contra o abandono da menor.

O advogado de Kleiton, João Fonseca, afirma que seu cliente encontra-se em uma viagem de trabalho no exterior, fazendo um curso de aperfeiçoamento de música, no entanto, o advogado não sabe informar a localização de seu cliente, mas afirma que até o momento o cantor não recebeu nenhuma intimação da Justiça brasileira.

Fonseca também explicou que o curso do cantor tem duração de um mês, mas assim que ele retornar do exterior o cantor pretende se entregar às autoridades, caso a Justiça se mantenha rigorosa em relação ao processo. Com o pedido de prisão em andamento, o cantor deverá permanecer preso pelo período de dois meses.

Destino de Kleiton é desconhecido pelas autoridades

De acordo com a ex-namorada de Pedroso, o juiz da Comarca de comarca de Balneário Camboriú onde a ação judicial tramita tentou entrar em contato com Kleiton por cinco vezes, mas, como não obteve respostas, o magistrado entrou com uma ação na Polícia Federal [VIDEO]para descobrir a localização do cantor.

Se for confirmado que Kleiton está no exterior, as autoridades brasileiras pretendem entrar em contato com a Interpol e pedir a extradição do cantor.

A Polícia Federal está investigando e nesta quarta-feira (20) pretende concluir as investigações e informar se Kleiton saiu ou não do Brasil.

Nos últimos cinco anos, Kleiton vem enfrentando uma série de problemas na Justiça. Em 2013, Ana Arraes já havia entrado com um processo contra ele por conta do não pagamento da pensão alimentícia. Ela conta que naquele ano teve um curto relacionamento com Kleiton e só ficou sabendo da gravidez seis meses após o fim de seu relacionamento.

Dívida da pensão é de R$ 65 mil

Segundo a ex-namorada, após saber o nascimento da filha, Kleiton nunca visitou a menina. A mulher conta que criança anda em uma fase revoltada e ela não tem condições de colocar a filha em uma terapia. Ainda de acordo com Ana, o pagamento da pensão havia sido acordado em R$ 4,7 mil, no entanto o cantor diz que recebe apenas R$ 2,5 mil, o que, de acordo com a legislação brasileira, daria em torno de R$ 750,00 de pensão por mês.

A Justiça foi averiguar a suposta firma que Kleiton afirma trabalhar e constatou que essa empresa não existe nos dados da Receita Federal. A dívida do cantor com a ex-namorada chega a R$ 65 mil em pensões que não foram pagas. O advogado de Kleiton tentou um acordo com Ana oferecendo R$ 44 mil que seria depositado em duas parcelas de R$ 22 mil, entretanto a proposta foi rejeitada pela mulher.