Considerado por uma verdadeira legião de fãs como um dos maiores nomes do funk [VIDEO] dos últimos tempos, o cantor Naldo Benny, de 39 anos de idade, se tornou notícia nos meios de comunicação de todo o país após ser acusado de agredir brutalmente sua esposa, a ex-dançarina de funk, Ellen Cardoso, nacionalmente conhecida no meio artístico como Mulher Moranguinho.

O episódio de agressão se deu em dezembro de 2017 e causou um grande impacto na mídia, bem como na vida e carreira de ambos os artistas envolvidos. Chegando a ser encaminhado para a Delegacia de crimes contra a Mulher, Naldo foi ouvido por diversas autoridades e chegou a ser indiciado após assumir a agressão contra a esposa, bem como a propriedade de uma arma de fogo e uma quantidade de munição, estas encontradas no interior de sua residência, no Rio de Janeiro.

Tornando-se notícia nacional, Naldo Benny [VIDEO] foi amplamente criticado nos meios de comunicação, culminando, assim, com diversas apresentações e shows cancelados por conta dos últimos acontecimentos, que inevitavelmente "sujaram" sua imagem.

Agressão contra Moranguinho segue sendo assunto na mídia e motivo de revolta

A agressão contra Ellen Cardoso, embora tenha ocorrido há quase seis meses, e a própria vítima tenha perdoado publicamente o marido e agressor, continua rendendo discursos de ódio nos meios de comunicação.

Gerando indignação em uma série de homens e mulheres, sendo eles figuras públicas ou não, a agressão contra a ex-dançarina voltou a ser um dos principais assuntos discutidos na TV e nas redes sociais. Neste último sábado (09), por exemplo, dia em que Naldo Benny foi o convidado especial do quadro "Pra quem você tira o chapéu", do Programa Raul Gil, no SBT.

Dentre os chapéus que o funkeiro não tirou, o que trazia o nome da famosa apresentadora da RedeTV, Luciana Gimenez, despertou grande euforia e inquietação entre o público.

Justificando o motivo pelo qual jamais tiraria o chapéu para a morena, Naldo Benny ressaltou que a apresentadora o odeia e que a raiva nutrida pelo mesmo é tanta, que Gimenez por diversas vezes chegou a pagar pessoas para que elas denegrissem sua imagem publicamente nos meios de comunicação.

Causando um certo espanto em Raul Gil, bem como no auditório presente no programa vespertino, Benny foi além e disse ainda que possui provas de que Luciana Gimenez teria contratado pessoas para falarem mal de sua pessoa em seus programas, e assim sujasse sua imagem diante dos fãs e do público brasileiro que admira seu trabalho.

Segundo o funkeiro, ele conta com mensagens, e-mails e gravações feitas pelo WhatsApp, onde a apresentadora convida e incentiva pessoas a falarem coisas horríveis e mentirosas a respeito de sua conduta como homem, chefe de família e profissional.