A notícia da internação de Demi Lovato por overdose nesta última terça-feira (25) pegou muitos fãs de surpresa. A cantora de "Sorry Not Sorry" há anos vem travando uma batalha para se livrar da dependência química e sempre falou abertamente sobre a condição, inclusive em um documentário intitulado: Demi Lovato [VIDEO]: Simply Complicated, no qual ela expõe o drama do vício em substâncias químicas e álcool e a luta para se manter sóbria.

Em 2010, a cantora passou por uma internação em uma clínica de reabilitação para tratar, além dos vícios, transtornos psicológicos e alimentares.

Segundo informações do TMZ, ela estaria sóbria há 6 anos, mas teria apresentado sinais de uma recaída.

O hit Sober, lançado em junho, inclusive traz versos nos quais ela pede desculpas à mãe por não estar mais sóbria - "Momma, I'm so sorry, I'm not sober anymore" (Mãe, me desculpe, eu não estou mais sóbria", numa tradução livre).

Após a noticia da internação às pressas nesta terça-feira, alguns amigos relataram ao TMZ que há semanas perceberam sinais de que Lovato estaria novamente usando drogas.

Segundo informações prestadas por um amigo próximo de Demi ao site especializado em Famosos, em uma visita feita há alguns dias, percebeu que ela estava enfrentando uma fase complicada. E tudo teria piorado após uma briga da cantora com o conselheiro que a ajudava a se manter longe das drogas, a quem acusou de traição.

Overdose teria ocorrido após uma festa promovida pela cantora em sua residência

Os paramédicos foram chamados para atender uma ocorrência na casa da cantora, que fica em Los Angeles, logo após uma festa oferecida por Demi em sua residência e que durou a noite toda, segundo informações do TMZ.

A cantora teve que ser reanimada com Narcan, substância usada para reverter overdoses de opioides, que teria sido aplicada por um amigo de Lovato.

Aos socorristas, Demi não assumiu o uso de algum entorpecentes, e assessores negam que tenha havido consumo de drogas no local. A polícia também revelou que não encontrou substância ilegais na residência, portanto, uma investigação criminal está descartada.

A família da cantora, em comunicado, afirmou que ela continua internada, mas está consciente e agradeceu o apoio [VIDEO] e o amor de todos. A nota emitida pelos familiares também frisou que algumas informações que estão sendo veiculadas não são verdadeiras, pedindo a todos que respeitem esse momento e que possam ter privacidade.

Com a notícia da internação da famosa, internautas e famosos rapidamente subiram a hashtag #PrayForDemi no Twitter, se solidarizando com cantora.