Assim como a sétima temporada, a oitava também foi uma das mais difíceis para os fãs de The Walking Dead. A morte de Carl Grimes foi algo totalmente inusitado que muitos custam acreditar no acontecido até hoje. Carl teve uma das mortes mais pacíficas, tristes (pelo fato dele estar morrendo), e feliz ao mesmo tempo, pois ele pôde se despedir de todos de maneira adequada. A questão é que só foi mostrado que ele iria morrer no oitavo episódio da oitava temporada, porém, desde o início, sua morte já tinha sido indicada em detalhes.

Publicidade

A morte de Carl Grimes, em The Walking Dead, já estava anunciada

O início da oitava temporada foi marcada por uma revanche intensa de Rick Grimes contra Negan e mais duas prováveis linhas do tempo. Pois, durante o episódios, era apresentado alguns outros acontecimentos fora de ordem. O primeiro era Rick acordando, aparentemente velho e Judith adulta, alguns anos no futuro. O que mais tarde foi mostrado que era apenas uma visão de Carl, de como ele esperava que Alexandria realmente fosse. E outra foi de Rick, machucado, embaixo de uma árvore.

Ele repetia constantemente que 'sua misericórdia prevalecia sobre sua ira'. Cena essa que seria da season finale, 15 episódios depois.

A questão é que o que parecia ser apenas um salto temporal pós-guerra total, era apenas o delírio da visão de Carl que só foi revelado depois, mas, se for bem notado os detalhes dessa visão que foi exibida antes da morte do dito cujo, pode-se tirar alguns pontos que indicaram a sua morte.

O primeiro foi que todos os personagens tinham mudado suas características, como envelhecimento, e no caso de Judith, ela tinha crescido bastante.

Publicidade

Quando Carl apareceu, a voz dele permaneceu a mesma, tanto como sua altura e aparência. O segundo foi que ele não foi mostrado nitidamente, todos personagens que apareceram no "salto temporal" tiveram bastante destaque, como se fosse uma cena real. Exceto Carl, o qual só sua voz era mais presente, como se todos estivessem vivendo bem e felizes, assim como ele desejava.

A morte dele foi uma dos maiores desvios que a série fez em relação às Histórias em Quadrinhos que originam a série. Agora fica incerto sobre o futuro da mesma, já que Carl Grimes, assim como nas HQs, seria um grande líder.

As coisas se complicam mais ainda, quando Andrew Lincoln também decidiu sair da série. Lincoln interpreta o pai de Carl, Rick Grimes, o qual é protagonista da série que gira ao seu redor e sob sua perspectiva. Agora, tudo irá mudar. É esperado que alguns outros personagens representem o papel de Carl, como também o de Rick.

A nona temporada de The Walking Dead estreia dia 7 de outubro.