A ex-apresentadora infantil e agora exclusiva da Record, Xuxa Meneghel, perdeu mais uma vez na Justiça para o Google. Talvez você possa se perguntar o motivo pelo qual o Google ainda disputa com a apresentadora para manter em sua busca termos associados a sua atuação em "Amor, Estranho Amor", de 1982.

Dentre os termos que a apresentadora gostaria de excluir estão 'Xuxa Pedófila' e 'Xuxa Pedofilia. Como foi Xuxa quem abriu a ação contra o Google a empresa que tem o maior buscador do mundo, apenas se defendeu na ação

Se você não se lembra, no filme, ela se relaciona com um garoto e chega a mostrar parte dos seios nas cenas adultas.

Xuxa perde processo contra o Google por conta do filme "Amor, Estranho Amor", de 1982

O processo contra o buscador chegou a segunda instância e novamente Xuxa perdeu.

Apesar de ser ilegal a exibição do filme no Youtube ou em outros meios, ainda é possível achar alguns sites que disponibilizam as imagens. Xuxa comprou os direitos do filme, todas as cópias que seriam distribuídas e não permite sua exibição em nenhum tipo de site ou mídia. Mas basta uma busca simples para achar o conteúdo.

Como Xuxa perdeu na segunda instância, ela só pode, agora, solicitar embargos e embargos dos embargos, termos que viraram conhecidos dos brasileiros, por conta da Lava Jato. De toda forma, não há mais como recorrer da decisão.

O resultado do julgamento foi conhecido nesta segunda-feira (9) e a assessoria de Xuxa [VIDEO]disse que não iria se pronunciar sobre o assunto.

É de praxe que a assessoria não comente assuntos jurídicos da apresentadora, principalmente este em especial.

Entenda o pleito de Xuxa

Xuxa tentava excluir da busca, além do nome do filme, seu nome associado a termos como pedofilia, pedófila, abusadora, e outros que associem "escrito parcial ou integralmente, e independentemente de grafia", mas não será dessa vez que a apresentadora verá seu nome desassociado dos termos.

Xuxa já havia perdido a ação em 2017

A apresentadora já havia perdido a ação em primeira instância em maio do ano passado. O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro rejeitou por unanimidade um último recurso da Rainha dos Baixinhos, que recorreu mais uma vez. Então ela recorreu, dentro dos trâmites possíveis e sofreu uma série de derrotas. Com o trânsito em julgado da ação de Xuxa contra o Google, não há mais como recorrer, segundo o jornalista Lauro Jardim.

Veja também

Marina Ruy Barbosa é a atriz que tem o cachê mais caro para presença VIP no Brasil [VIDEO]