Não é de hoje que as Celebridades são seguidas por seus fãs e, com a era da internet, acompanhar a vida de um famoso ficou muito mais fácil, uma vez que a febre do momento é o Instagram, rede social onde os artistas divulgam a vida pessoal deixando os admiradores informados sobre seus passos. Mas nem sempre estar em exposição nas redes sociais e no centro dos holofotes gera apenas bons resultados. Diversos artistas já sofreram com pessoas que passaram dos limites e tentaram lhes fazer algum mal, dizendo-se fãs. Como foi o caso de Angélica, que recebeu e-mails com ameaças e resolver chamar a policia.

Publicidade

E-mails chegaram a citar Suzane Von Richthofen

Angélica é uma das celebridades mais queridas do Brasil, mãe de três filhos e casada com Luciano Huck. É difícil ver a apresentadora envolvida em notícias polêmicas. Sempre discreta, a loira evita ser alvo de matérias que possam escandalizar a sua imagem ou fugir do seu foco principal que é o trabalho na televisão.

Acontece que essa semana, Angélica resolveu expor momentos de tensão que tem vivido devido a e-mails ameaçadores que vem recebendo de um homem que se diz fã.

De acordo com o jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, e conforme informou o site ‘O TV Foco’, os e-mails recebidos pela apresentadora faziam alusão à Suzane Von Richthofen e ao filme Laranja Mecânica deixando Angélica assustada.

Identidade do homem é descoberta

Em busca de preservar sua integridade física e emocional, até mesmo de sua família, Angélica resolveu cortar o mal pela raiz e levar o caso à Polícia, que identificou o homem como Fausto Machado, portador de algum problema psiquiátrico, tanto que os desembargadores de uma câmara criminal do tribunal de Justiça do Rio de Janeiro mantiveram a medida de segurança de tratamento psiquiátrico do autor.

Publicidade

Acontece que o homem que fez as ameaças de morte à Angélica e apologia ao estupro, violência e assassinato está desaparecido desde que o caso foi levado até a Justiça pela apresentadora.

O caso lembrou bastante o que aconteceu com a, também apresentadora, Ana Hickmann no ano passado. Um homem que se dizia fã da artista, após inúmeras ameaças, acabou invadindo o hotel onde estava Ana e foi morto pelo cunhado da apresentadora. Na época, Ana Hickmann não havia denunciado as primeiras ameaças recebidas, diferente de Angélica que ao se deparar com alguém prometendo atentar contra sua vida, levou o caso imediatamente à polícia, para evitar, quem sabe, um desfecho semelhante da sua colega de profissão.

Qualquer pessoa que se sinta ameaçada entre em contato com o Disque Denúncia, através do número 180.