2

Após ser liberada do hospital Cedars-Sinai, localizado em Los Angeles, Demi Lovato [VIDEO] foi para a reabilitação após sofrer uma overdose de heroína. A cantora foi encontrada inconsciente no dia 24 de julho em uma festa, e desde então esteve sob o cuidado dos médicos e da família.

Segundo o TMZ, Demi Lovato foi para uma clínica de reabilitação fora da Califórnia. No último domingo (5), a cantora se pronunciou nas redes sociais e agradeceu o apoio dos fãs, família e amigos e declarou que lutará contra o vício.

A equipe de Demi está tentando afastar as más influências da vida da cantora pop, principalmente amigos “baladeiros” e viciados em drogas.

Vale lembrar que Demi Lovato já passou pela reabilitação em 2010, quando tinha apenas 18 anos. Na época, Demi havia sido internada para tratar transtornos alimentares e problemas com automutilação.

Demi Lovato também havia “confessado”, através de sua música lançada em junho, “Sober”, que não estava mais sóbria e que voltou a usar substâncias. Essa foi considerada uma das composições mais sinceras da carreira de Demi. Em março deste ano, a cantora completou 6 anos sem uso de drogas.

Turnê de “Tell Me You Love Me” é cancelada na América do Sul

A turnê da cantora pop iria passar pelo Chile, Argentina e Brasil [VIDEO] em novembro. Entretanto, com os problemas de saúde, Demi Lovato resolveu se afastar dos palcos para focar totalmente na sua recuperação. O cancelamento da turnê pelo Brasil foi confirmada pela empresa Argentina DF Entertainment nesta quarta-feira (8).

Demi se apresentaria em São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Fortaleza e os shows no Brasil tinham como convidada especial Becky G. Os fãs da cantora poderão pedir reembolso dos ingressos a partir do dia 15 de agosto pelo site da Eventim. Além do Brasil, a turnê também foi cancelada na Argentina e Chile. Os shows de Demi Lovato já haviam sido cancelados em abril por “problemas de produção”.

Para evitar nova recaída, mãe de Demi Lovato impõe regras para a filha

Segundo fonte do site Radar Online, Dianna Hart impôs regras para manter a filha na linha. A mãe de Demi pediu para a filha lhe entregar o celular antes de ir para a reabilitação e solicitou que ela permaneça pelo menos 30 dias na clínica.

Além disso, Dianna pediu para que Demi tenha sempre alguém para acompanhar a sua sobriedade. Demi deve ficar em tratamento por três meses e precisará realizar periodicamente testes de drogas. Ainda não há uma previsão de quando a cantora voltará aos palcos.